Avaliação dos aspectos clínicos e epidemiológicos e do tempo de positividade na evolução clínica das infecções da corrente sanguínea por Candida spp

Avaliação dos aspectos clínicos e epidemiológicos e do tempo de positividade na evolução clínica das infecções da corrente sanguínea por Candida spp

Título alternativo Clinical and epidemiological evaluation of bloodstream infections by Candida spp. and the impact of time to positivity in outcome
Autor Nunes, Cintia Zoya Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Pereira, Carlos Alberto Pires Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Avaliar os aspectos clinicos e epidemiologicos das infeccoes da corrente sanguinea por Candida spp, identificar os fatores de risco relacionados ao obito e avaliar o tempo de positividade das candidemia e sua relacao com o obito. Metodos: Estudo de coorte retrospectivo em hospital univesitario com candidemias entre janeiro de 2002 a julho de 2009. Tambem foi realizado um estudo caso-controle oaninhadoo para a analise dos fatores de risco associados ao obito e ao tempo de positividade das hemoculturas. Resultados: Analisados 171 episodios de candidemia. A letalidade ate o trigesimo dia foi de 67,8% e a global de 77,8%. A media de idade foi de 58,6 anos e mediana de 62 anos. O tempo medio de internacao ate o aparecimento da infeccao foi de 23,2 dias. As fontes mais frequentes foram: primaria (36,8%), gastrointestinal (28,0%) e relacionada ao cateter venoso central (15,8%). A Candida albicans (52,0%) foi a especie mais prevalente, seguida pela Candida parapsilosis (21,1%) e Candida tropicalis (17,5%). O tempo medio de positividade foi de 39,6 horas, 76,6% receberam tratamento antifungico e apenas 17% nas primeiras 24 horas da infeccao. A analise univariada identificou as especies nao albicans, a hemotransfusao e a fonte relacionada ao CVC como associadas a um tempo menor de positivacao da hemocultura e a fonte gastrointestinal a um tempo maior. Apenas a fonte relacionada ao cateter nao se confirmou na analise multivariada. Em relacao a evolucao para obito, foram identificados os seguintes fatores: Candida albicans, imunossupressor, hemodialise, fonte respiratoria, idade > 60 anos, Charlson &#8805; 3, doenca rapidamente fatal, internacao na UTI, APACHE II &#8805; 20, falencia de orgaos e elevados escores no SAPS II e no SOFA. Observou-se, ainda, menor mortalidade associada as Candida parapsilosis e Candida guilliermondii. Na analise multivariada apenas o APACHE II &#8805; 20 (OR = 11,84; p < 0,001) foi associado ao obito. Na analise dos 89 episodios de candidemia por Candida albicans, a analise univariada identificou como fatores associados a um tempo de positividade &#8804; 36h: hemotransfusao, neoplasia, fonte associada ao cateter venoso central e terapia antifungica adequada, enquanto que a fonte gastrointestinal foi associada a um tempo de positividade maior. Nenhuma dessas variaveis se confirmou na analise multivariada. Em relacao ao obito, os fatores de risco encontrados foram: falencia de pelo menos um orgao, APACHE II &#8805; 20, escores elevados no SAPS II e no SOFA e o maior tempo de positividade da hemocultura, unica variavel independente relacionada ao obito ate o trigesimo dia apos a candidemia (OR= 1,041 por hora). Conclusoes: As candidemias acometem pacientes criticos e apresentam elevada letalidade. O indice APACHE II e o melhor escore para se avaliar mortalidade. O tempo de positividade esta associado ao microorganismo, a fonte da infeccao e fatores de risco. A maioria nao recebeu terapia adequada precoce. O tempo de positividade da hemocultura e longo e muito variavel mesmo entre as especies e um maior tempo de positividade foi pela primeira vez associado a uma maior letalidade para Candida albicans, portanto, a decisao de iniciar o tratamento empirico com antifungico nao pode aguardar esse resultado
Palavra-chave Humanos
Candidemia
Tempo de reação
Candida
Fatores de risco
Infecção
Infecção/epidemiologia
Idioma Português
Data de publicação 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 121 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 121 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/21997

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta