Investigacao clinica, citogenetica e molecular em pacientes com cromossomos marcadores supranumerarios

Investigacao clinica, citogenetica e molecular em pacientes com cromossomos marcadores supranumerarios

Título alternativo Molecular, cytogenetic and clinic investigation in patients with supernumerary marker chromosomes
Autor Dutra, Ana Rosa Noronha Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: Os cromossomos marcadores supranumerarios (sSMC) sao pequenos cromossomos extra, estruturalmente anormais, que nao podem ser identificados inequivocadamente por meio das tecnicas classicas de citogenetica. As consequencias clinicas desses cromossomos dependem da origem cromossomica do marcador, do conteudo eucromatico e das diferencas quanto ao grau de mosaicismo. Objetivos: O presente trabalho teve como objetivo o estudo de pacientes com cromossomos marcadores supranumerarios, a investigacao da origem do material cromossomico extra e a correlacao do cariotipo final com as alteracoes clinicas de cada paciente. Pacientes e Metodos: Estudamos doze pacientes com sSMC, sendo tres casos com mosaicismo cromossomico. A caracterizacao dos cromossomos marcadores foi realizada pelas tecnicas de citogenetica classica, hibridacao in situ por fluorescencia (FISH), MLPA (Multiplex Ligation-dependent Probe Amplification) com sondas subtelomericas e SNP array. Resultados: Identificamos quatro sSMC derivados do cromossomo 15, dois marcadores derivados do cromossomo 18, um sSMC derivado do cromossomo 22, um marcador der(22)t(11;22)(q23;q11), um sSMC der(14)t(8;14)(p23;q22), um marcador com somente material heterocromatico com marcacao positiva na FISH com sonda centromerica de 14/22, e um marcador em anel derivado do cromossomo 1. Em um caso nao foi determinada a origem cromossomica do sSMC por se tratar de material heterocromatico, provavelmente sem efeito fenotipico. Conclusao: A tecnica de MLPA com sondas subtelomericas permite uma triagem para identificacao da origem cromossomica dos sSMC. A tecnica de array proporciona a determinacao precisa dos pontos de quebra dos marcadores a nao ser nos casos constituidos unicamente por material heterocromatico. A citogenetica classica e a tecnica FISH, porem, sao imprescindiveis para se delinear a estrutura e morfologia dos sSMC. A caracterizacao precisa do conteudo eucromatico dos sSMC e fundamental para a identificacao de genes que podem estar relacionados ao fenotipo, fornecendo subsidios para melhor predicao do prognostico e acompanhamento mais adequado dos pacientes
Palavra-chave Humanos
Marcadores Genéticos
Citogenética
Fenótipo
Genótipo
Cromossomos
Humanos
Idioma Português
Data de publicação 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 131 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 131 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/21982

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta