Efeito do atenolol e do precondicionamento isquemico na isquemia e reperfusao intestinal em ratos

Efeito do atenolol e do precondicionamento isquemico na isquemia e reperfusao intestinal em ratos

Título alternativo Effect of atenolol and ischemic preconditioning on ischemic and reperfusion of intestine in rats: functional and morphologic study
Autor Campos, Viviane Ferreira Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo. Estudar o efeito do atenolol e do precondionamento isquemico no intestino delgado de ratos submetidos a isquemia e reperfusao intestinal. Metodos: Foi usada uma amostra de 54 ratos EPM-1 Wistar distribuidos em 9 grupos, tendo sido utilizada a arteria mesenterica superior para o procedimento de isquemia e reperfusao; Grupo Io-Shamo, Grupo II u isquemia e solucao salina; Grupo III u isquemia e reperfusao e solucao salina; Grupo IV u Precondicionamento, isquemia e solucao salina; Grupo V u Precondicionamento, isquemia e reperfusao e solucao salina; Grupo VI u Isquemia e atenolol; Grupo VII u Isquemia e reperfusao e atenolol; Grupo VIII u Precondicionamento, isquemia e atenolol; Grupo IX u Precondicionamento, isquemia e reperfusao e atenolol. A solucao salina ou atenolol (1,5mg/kg) foram aplicadas pela veia femoral. Nos Grupos Isquemia (60 minutos) aos 5 minutos antes da mesma. Nos Grupos Isquemia e Reperfusao (120 minutos) 5 minutos antes da isquemia (solucao fisiologica ou atenolol), 5 minutos antes da reperfusao (solucao fisiologica) e aos 55 minutos da reperfusao (solucao fisiologica). O precondicionamento teve 5 minutos de isquemia e 10 minutos de reperfusao aplicado 5 minutos antes da isquemia (atenolol ou solucao fisiologica) e ou isquemia e reperfusao (solucao fisiologica) propriamente dito. Foram retirados segmentos do intestino delgado para estudo da motilidade e da histologia (coloracao HE). Foram utilizados os Testes Estatisticos de Analise de Variancia (ANOVA) e Teste T de Students u Neuman-Keuls. Resultados: O precondicionamento isquemico e atenolol preservaram a motilidade individualmente e com semelhanca na histologia. Quando juntos nao houve o mesmo efeito. Conclusoes: O precondicionamento isquemico protegeu o intestino delgado contra as agressoes da isquemia e reperfusao. O atenolol foi eficaz e eficiente na preservacao da motilidade do intestino delgado submetido a isquemia e reperfusao. Acredita-se que o atenolol atue modulando o poro mitocondrial inibindo a apoptose, e estimule a liberacao de oxido nitrico endotelial gerando vasodilatacao, assim, minimizando os danos isquemicos. A associacao do precondicionamento isquemico e do atenolol nao mostrou nenhuma eficacia em relacao aos procedimentos isolados
Palavra-chave Animais
Atenolol
Precondicionamento Isquêmico
Isquemia
Reperfusão
Intestinos
Traumatismo por Reperfusão
Ratos Wistar
Animais
Idioma Português
Data de publicação 2011
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2011. 68 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 68 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/21970

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta