Avaliacao do volume renal de cadelas prenhas pela ultrassonografia tridimensional

Avaliacao do volume renal de cadelas prenhas pela ultrassonografia tridimensional

Título alternativo Assessment of renal volume by three-dimensional ultrasonography in pregnant bitches
Autor Mendonca, Debora Sartori Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: A Ultrassonografia tridimensional (US3D) tem se destacado como ferramenta eficiente para avaliacao anatomica e funcional de diversos orgaos e estruturas. Objetivos: Avaliar e comparar a evolucao do volume renal de cadelas durante a prenhez por meio da ultrassonografia bidimensional (US2D) pela tecnica elipsoide (Volume= Comprimento x Largura x Espessura x 0,523) e US3D metodo VOCALO (Virtual Organ Computer-aided AnaLysis 12º e 30º). Metodos: Realizou-se estudo prospectivo longitudinal com 19 cadelas Golden Retriever normais durante a gestacao, do cio ate o ultimo terco da prenhez. Os exames ultrassonograficos foram coletados e analisados por dois medicos veterinarios oblindadoso entre si, com transdutor volumetrico multifrequencial com aparelho SonoAce 8000 live (Medison, Seoul, Korea). Os rins direito e esquerdo foram avaliados em tres periodos (dia 0 u cadelas nao prenhas, dias 1-20 de gestacao e dias 21-40 de gestacao) por tres tecnicas (elipsoide, VOCALO 12º e 30º) gerando 18 variaveis. Foram calculadas medias, medianas, desvio padrao, valores maximo e minimo e grafico de dispersao. Os observadores foram submetidos a analise de concordancia. Resultados: Foram coletados 150 blocos por cada observador. O resultado inferencial da ANOVA revelou a existencia do efeito de interacao entre lado e momento (p=0,009). As tres tecnicas de ultrassonografia apresentaram, em media, os mesmos volumes renais (p=0,137). Nos momentos 0 dia (p=0,001) e 21 a 40 dias (p=0,023) o lado direito apresentou maior volume renal, comparado ao esquerdo. Houve aumento do volume renal com a progressao da gestacao: considerando o lado direito, o volume renal no momento 0 dia foi menor que no momento 21 a 40 dias (p=0,029), considerando o lado esquerdo, o volume renal no momento 0 dia foi menor aos momentos 1 a 20 dias (p=0,020) e 21 a 40 dias (p=0,007). Nao houve correlacao destes dados com idade materna, numero de gestacoes anteriores ou numero de fetos. Foi encontrado boa reprodutibilidade intraobservador e nenhuma das tres tecnicas possuiu boa reprodutibilidade interobservador. Conclusoes: Os resultados sugerem necessidade de novos estudos sobre desenvolvimento renal materno. Os dados mostram que ambas volumetrias pelo metodo VOCALO da US3D tiveram boa correlacao com a volumetria obtida pela US2D, alem de mostrarem imagens de qualidade superior e diversos modos de apresentacao
Palavra-chave Animais
Feminino
Ultrassonografia
Rim
Cães
Prenhez
Tamanho do Órgão
Animais
Feminino
Idioma Português
Data de publicação 2011
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2011. 172 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 172 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/21967

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta