Exercicio fisico e diabetes melito tipo 1

Mostrar registro simples

dc.contributor.author Komatsu, William Ricardo [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2015-12-06T23:45:15Z
dc.date.available 2015-12-06T23:45:15Z
dc.date.issued 2011
dc.identifier.citation São Paulo: [s.n.], 2011. 107 p.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/21964
dc.description.abstract Criancas e adolescentes com diabetes melito tipo 1 (DM1) podem ter alguns componentes relacionados da aptidao fisica e alteracoes em suas respostas cardio-respiratorias ao exercicio prejudicados. A capacidade aerobia depende de varios fatores fisicos, como a atividade neuromuscular, hemodinamica, mecanica respiratoria e trocas gasosas, metabolismo energetico e da resposta hormonal. No primeiro artigo desta tese foi analisada a capacidade ao exercicio fisico aerobio e a funcao pulmonar em atletas e sedentarios com e sem diabetes melito tipo 1. Foram estudados 51 individuos (18 feminino), idade 26,0 ± 5,0 anos. Estes individuos foram divididos em quatro grupos: Vinte e sete DM1 [15 atletas (ADM) e 12 nao-atletas (NADM)] e 24 individuos controles saudaveis [12 (atletas (AC) e 12 nao atletas (NAC)]. Como esperado a HbA1c (%) foi maior nos ADM e NADM (7.5 ± 6.2 e 9.0 ± 1.3) em relacao aos AC e NAC (4,4 ± 0,8 e 4,4 ± 0.8; p<0,05). Entretanto, os valores de HbA1c foram menores nos DM1 atletas em relacao aos nao atletas (p<0,05). O pico VO2max (ml/kg/min) foi maior nos atletas [ADM (42,4 ± 5,5) e AC (44,2 ± 5,0)] do que em nao-atletas [NADM (34,8 ± 3,3) e NAC (37,8 ± 2,7), p <0,001]. O limiar anaerobio (ml/kg/min) foi menor em individuos com DM1 [ADM (31,7 ± 4,4) e NADM (24,6 ± 3,3)] que nos controles [AC (35,9 ± 4,9) e NAC (28,3 ± 3,0) p<0,001]. FEV1(%) foi menor no ADM (89 ± 0,5) do que em outros grupos NADM (96 ± 0,12), AC (102 ± 0,6) e NAC (97 ± 0,4) p<0,001. Demonstramos que os parametros de VO2 max de atletas com DM1 sao semelhantes aos de atletas controle saudaveis, ntretanto existe uma diminuicao do limiar anaerobio e FEV1 no DM1. Estes resultados devem ser considerados para uma abordagem especifica na prescricao dos exercicios (volume e intensidade) para a melhora do limiar anaerobio dos individuos com DM1. Exercicio Fisico e Diabetes Melito tipo1. O segundo artigo desta tese foi uma revisao sistematica e metaanalise sobre o efeito do exercicio fisico na HbA1c de individuos com DM1. A estrategia de busca foi desenvolvida para identificar todos os ensaios clinicos randomizados, controlados, relevantes, que incluiu um programa de exercicio fisico em adultos e criancas com DM1 e um grupo controle com a avaliacao da HbA1c antes e apos a intervencao. Foram realizadas buscas baseadas no banco de dados ate janeiro 2011 (MEDLINE, EMBASE, LILACS, Resumos de Dissertacao e Cochrane Controlled Trials Register). A metanalise mostra queda estatisticamente significativa da HbA1c entre os grupos de comparacao [WMD -0,20 (IC 95% -0,37 a -0,02), p=0,03], favorecendo o grupo de exercicios em relacao ao controle. Um subagrupamento dos estudos separados pela frequencia de exercicios por semana, mostrou diferenca nao significativa na HbA1c entre os grupos de comparacao, com o grupo de controle nos estudos com ate duas sessoes de exercicio por semana [WMD 0,85 (IC 95% -0,17 para 1,86), p=0,10]. Enquanto que no subgrupo de estudos que oferece &#8805; 3 series de exercicio por semana, com intensidade de 50-80%, duracao de 30-60 minutos durante 12-16 semanas foi possivel observar uma diferenca estatisticamente significante entre os dois grupos, [WMD de -0,23 (IC 95% -0,40 a -0,65), p=0,01], favorecendo ao grupo do exercicio. Entretanto houve uma grande heterogeneidade entre os estudos confirmado pelo I2 (teste de inconsistencia) de 94,3% (grande heterogeneidade quando I2 &#8805; 50%). Em resumo nossa revisao sistematica e metanalise mostra que um programa igual ou superior a 3 vezes por semana com intensidade de 50-80%, duracao de 30-60 minutos, durante 12-16 semanas de exercicios aerobios no diabetes melito tipo 1, esta associada com uma reducao de ate 1,5% na HbA1c. Este trabalho colabora para reforcar este aspecto do tratamento da hiperglicemia dos pacientes com diabetes melito do tipo 1 que tem apresentado resultados controversos na literatura pt
dc.format.extent 107 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso restrito
dc.subject Humanos pt
dc.subject Diabetes Mellitus Tipo 1 pt
dc.subject Testes de Função Respiratória pt
dc.subject Hemoglobina A Glicosilada pt
dc.subject Exercício pt
dc.subject Atletas pt
dc.subject Metanálise pt
dc.subject Revisão pt
dc.title Exercicio fisico e diabetes melito tipo 1 pt
dc.title.alternative Exercise and type 1 Diabetes Mellitus: influence on HbA1c and cardiorespiratory capacity in athletes en
dc.type Tese de doutorado
dc.identifier.file epm-2072716073664.pdf
dc.description.source BV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campus Universidade Federal de São Paulo, Escola Paulista de Medicina pt
dc.subject.decs Humanos pt



Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples