Qualidade de vida e coping religioso e espiritual de idosos institucionalizados

Qualidade de vida e coping religioso e espiritual de idosos institucionalizados

Título alternativo Quality of life and religious and spiritual coping of institutionalized elderly
Autor Vitorino, Luciano Magalhaes Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo OBJETIVOS: Identificar as caracteristicas pessoais, familiares, sociais, economicas e de Saúde dos idosos de Instituicao de Longa Permanencia (ILP) de Santa Rita do Sapucai e Pouso Alegre - MG; verificar o nivel de qualidade de vida desses idosos; verificar o coping religioso e espiritual desses idosos; avaliar a confiabilidade dos instrumentos de qualidade de vida geral, especifico e coping religioso e espiritual com esses idosos. METODO: A amostragem foi nao probabilistica constituida por 77 pessoas idosas institucionalizadas de duas instituicoes de longa permanencia para idosos nas cidades de Pouso Alegre e Santa Rita do Sapucai ambas de Minas Gerais. As informacoes foram coletadas por meio de um questionario de Caracterizacao Biossocial, Familiar, Economica e de Saúde que e constituida por questoes fechadas. E tres questionarios: WHOQOL BREF, que e um instrumento de QV geral contendo 26 questoes em quatro dominios. O WHOQOL OLD, e um instrumento de QV especifico para idoso com seis facetas com 24 itens. O terceiro de avaliacao do Coping Religioso e Espiritual (CRE) esta formado por 87 itens e duas dimensoes, CRE Positivo (CREP) com 66 questoes e a segunda com o CRE Negativo (CREN) que com 21 questoes. RESULTADOS: Com relacao a amostra estudada, a media de idade foi de 76,6 anos (DP 9,5); possuiam em media 1,9 filhos (DP 3,1). O tempo que residiam na ILPI era de 9,3 anos (DP 5). Observou-se, que (50,6%) eram do genero feminino, 36 (46,8%) eram procedentes de Pouso Alegre e Santa Rita do Sapucai - MG. Cerca de (50,6%) tinham filhos, 62 (81,6%) nao possuir nenhuma escolaridade ou ensino fundamental incompleto, 40 (51,9%) eram solteiros, 57 (74%) referiram serem portadores de doenca cronica e 55,2 (%) possuiam alguma doenca relacionada com o sistema cardiovascular, 60 (77,9%) faziam uso de medicamento diariamente. Quanto a auto-avaliacao do estado de Saúde 56 (72,8%) classificaram como boa a otima e quando comparada ao ano anterior 34 (44,2%)referiram que estava a mesma coisa. Sobre os aspectos religiosos 73(94,8%) praticavam uma religiao, sendo a catolica com 63(86,3%). A avaliacao da QV geral foi de 65,5% com DP( 15,8). O dominio ofisicoo foi o que menos contribuiu, com uma media de 63,2% (DP 22,3), ja o dominio orelacoes sociaiso foi o que alcancou a maior media dentreos demais, com 68% (DP 20,2). A media da avaliacao da QV total por meio do WHOQOL-OLD,foi de 63,2 (DP; 14,9). O dominio Funcionamento do Sensorio foi o que melhor contribuiu para a media obtida 73,7% (DP 22,7), ja o dominio oAutonomiao obteve a menor media, com 56,9 (DP 22). O CRE Total foi de 3,6 (DP=0,3) sendo a sua utilizacao classificada como oaltao. Quanto ao CREP alcancou a media de 3,38;(DP=0,6), considerado um fator omedioo na sua utilizacao, e o CREN obteve a 2,1 de media, (DP=0,5) sendo obaixao a sua utilizacao. A RazCRENP apresentou valores na sua utilizacao de 0,6 (DP= 0,2).Quanto ao fator do CREP oposicionamento positivo frente a Deuso apresentou media de 4,2 sendo classificada como oaltao na sua utilizacao. O valor que menor apresentou utilizacao foi 1,8 de media, sendo, onenhuma ou irrisoriao a utilizacao. Dentre os quatro fatores do CREN detectou-se que o fator que mais contribuiu negativamente foi oposicionamento negativo frente a deuso com media de 3,0 (omediao) e o fator que menor contribui foi oreavaliacao negativa de Deuso (1,7) com utilizacao obaixao. CONCLUSAO: pode-se perceber uma auto-avaliacao positiva da qualidade de vida. Sobre o coping religioso e espiritual, pode-se dizer que os idosos institucionalizados utilizavam as estrategias de enfrentamento religioso e espiritual de forma elevada para a adversidade vivenciada
Palavra-chave Humanos
Idoso
Adaptação Psicológica
Espiritualidade
Qualidade de Vida
Instituição de Longa Permanência para Idosos
Humanos
Idoso
Idioma Português
Data de publicação 2011
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2011. 149 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 149 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/21936

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta