Composição nutricional e contaminação bacteriana do alimento lácteo contido em mamadeiras preparadas no domicilio para lactentes de dois estratos socioeconômicos em Belém - Pará

Composição nutricional e contaminação bacteriana do alimento lácteo contido em mamadeiras preparadas no domicilio para lactentes de dois estratos socioeconômicos em Belém - Pará

Título alternativo Nutritional composition and bacterial contamination food contained in the milk bottles prepared at home for two infants socioeconomic groups in Belem - Para
Autor Carvalho, Maria Florinda Pacha Penna de Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Morais, Mauro Batista de Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivos: esta pesquisa foi realizada para determinar e comparar a composicao nutricional e a contaminacao bacteriana do alimento lacteo das mamadeiras preparadas no domicilio para lactentes com idade entre 6 e 24 meses, em dois estratos socioeconomicos da cidade de Belem-Para. Metodos: participaram do estudo 50 lactentes do estrato socioeconomico alto, e 54 do estrato socioeconomico baixo. Para todos foram aferidos os indices de peso-idade, comprimento-idade, peso-comprimento e a taxa de hemoglobina do sangue capilar. No conteudo de suas mamadeiras foram determinadas, por analises quimicas, as quantidades de energia, macronutrientes e ferro. A contaminacao foi estimada pelas contagens de bacterias mesofilas e coliformes totais. Tambem foram obtidas informacoes sobre o numero de mamadeiras consumidas por dia, praticas de higiene e ingredientes usados nas preparacoes. Os resultados sao comparados nao apenas entre os estratos socioeconomicos, como tambem com o padrao de composicao das formulas de seguimento e com os criterios microbiologicos de seguranca para o consumo da alimentacao lactea artificial. Resultados: todos os lactentes apresentavam os indices de peso-idade e de peso-estatura acima de -2DP do escore Z, mas estavam anemicos 70,4% no estrato socioeconomico baixo e 24,0% no alto. O consumo de alimento lacteo foi elevado nos dois estratos, sendo 23 mamadeiras preparadas com formulas industriais de seguimento e 81 com leite de vaca em po integral. A maioria continha adicao de acucar e farinhas e/ou cereais. As principais inadequacoes observadas pelas analises quimicas na composicao nutricional das mamadeiras foram: densidades energeticas elevadas nos dois estratos socioeconomicos, proteinas acima das recomendacoes no estrato socioeconomico alto, carboidratos no estrato socioeconomico baixo, e lipidios abaixo das recomendacoes,principalmente no estrato socioeconomico baixo. O conteudo de ferro satisfez as recomendacoes. As mamadeiras forneceram quantidades consideraveis de energia para os requerimentos energeticos estimados (EER), assim como as proteinas em relacao aos requerimentos medios estimados (EAR) e as recomendacoes para inGestão diaria (RDA). As contagens de mesofilas e coliformes foram elevadas principalmente no estrato socioeconomico baixo, no qual as praticas de preparo e higiene inseguras tambem predominaram. Por analise de regressao multivariada, a contaminacao nao aceitavel por mesofilas se associou a condicao socioeconomica baixa (OD = 15,5; p < 0,001) e a adicao de farinhas/cereais (OR = 5,8; p < 0,001). Para coliformes nao se estabeleceu associacao, embora as contagens mais altas e as amostras nao aceitaveis tenham ocorrido mais no estrato socioeconomico baixo e quando a agua nao foi fervida antes da preparacao. Conclusao: Em ambos os estratos socioeconomicos, principalmente no baixo, as mamadeiras apresentavam desequilibrio no conteudo de macronutrientes e elevadas contagens de bacterias indicadoras de contaminacao ambiental, representando um risco potencial para a Saúde dos lactentes e seu estado nutricional. Ha necessidade de orientacoes mais efetivas sobre o preparo deste tipo de alimento para prevenir sua contaminacao e atender sua complexa composicao
Palavra-chave Humanos
Lactente
Composição de alimentos
Valor nutritivo
Estado nutricional
Contaminação de alimentos
Carga Bacteriana
Fórmulas Infantis
Leite
Fatores Socioeconômicos
Idioma Português
Data de publicação 2010
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2010. 153 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 153 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/21929

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta