Alteracoes hepaticas em recem-nascidos de ratas expostas a etilenotioureia

Alteracoes hepaticas em recem-nascidos de ratas expostas a etilenotioureia

Título alternativo Hepatic damage in newborns from rats exposed to ethylenethiourea
Autor Lemos, Patricia Veruska Ribeiro Barbosa Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A exposicao por ingesta de misturas de agrotoxicos em baixas doses e uma questao importante, e sugere aumento no risco de doencas. A exposicao das gestantes aos agrotoxicos vem suscitando muitas duvidas. Com a necessidade de identificar as repercussoes nos recem-nascidos destas gestantes, neste trabalho procurou-se avaliar atraves de estudo experimental, os efeitos hepaticos nos recem-nascidos de ratas prenhes, apos exposicao a etilenotioureia(ETU). OBJETIVOS: Avaliar morfo-histologicamente, as alteracoes hepaticas em recem-nascidos de ratas prenhes expostas a etilenotioureia. METODO: Foram estudados 55 recem-nascidos de ratas Wistar, 21 do Grupo Controle, que receberam SF 0,9% e 34 do Grupo Experimento que receberam ETU por gavagem no 11º dia de gestacao. No 20º dia de gestacao foi realizada cesarea, e analisados os figados dos recem-nascidos, identificadas e registradas as alteracoes morfo-histologicas. Realizou-se a quantificacao dos megacariocitos em 50 campos microscopicos, e avaliou-se a quantidade total destas celulas por mm². Os dados obtidos foram expressos como medias para cada grupo. RESULTADOS: Os recem-nascidos das ratas expostas a ETU apresentaram alteracoes na formacao embrionaria, com alteracoes musculares e esqueleticas, associadas as anomalias do sistema digestorio, com alteracoes da morfologia hepatica, caracterizadas por edema, alteracoes de volume e textura, hidropisia fetal em todos os recem-nascidos e reducao do peso fetal. A analise histopatologica mostrou desestruturacao hepatica morfo-histologica em todos os recem-nascidos expostos a ETU, com destrabeculacao dos hepatocitos e intensa megacariocitose hepatica, apresentando media da densidade de megacariocitos de 107,9 ate 114,2 por mm2 sendo cerca de 8 vezes maior do que no Grupo Controle, caracterizando hematopoese extramedular. CONCLUSOES: A exposicao fetal a etilenotioureia provocou alteracoes hepaticas macroscopicas e alteracao histologica hepatica caracterizada pela intensa hematopoese extramedular
Palavra-chave Animais
Etilenotioureia
Prenhez
Fígado
Hematopoese
Exposição Materna
Ratos Wistar
Animais
Idioma Português
Data de publicação 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 63 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 63 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/21908

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta