Papel do linfocito B-1 na osteoclastogenese e na reabsorcao ossea

Papel do linfocito B-1 na osteoclastogenese e na reabsorcao ossea

Título alternativo The role of B-1 lymphocyte in osteoclastogenesis and bone resorption
Autor Pugliese, Livia Souza Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Evidencias recentes sugerem possiveis interacoes entre os linfocitos B e o desenvolvimento de osteoclastos.Ale disso, a existencia de precursores peritoneais de osteoclastos e bem documentada na literatura. Os linfocitos B-1 compreendem um subtipo de linfocitos B localizados preferencialmente nas cavidades pleural e peritoneal. Essas celulas podem se diferenciar em fagocitos mononucleares e sao capazer de formar tambem celulas gigantes multinucleadas. Com base nesses dados, objetivamos investigar um possivel papel de dos linfocitos B-1 na osteoclastogenese e na reabsorcao ossea. Dessa forma realizamos um ensaio de periodontite experimental induzida por ligadura em camundongos BALB/Xid, os quais sao deficientes em celulas B-1. Foi observado que esses animais possuem um processo de reabsorcao ossea deficiente (p<0,001). A previa reconstituicao intraperitoneal com celulas B-1 reverteu o padrao de perda ossea dos animais BALB/Xid para valores sememelhantes aos dos animais selvagens (p<0,05). Buscando compreender os mecanismos moleculares destes achados, realizamos experimentos com o Fagocito Mononuclear Derivado de Celulas B-1(B-1CPD). Nossos reasultados demonstraram que B-1CPD espressa RANK e M-CSFR, receptores centrais na diferenciacao osteoclatica. Quando a diferenciacao de B-1 em B-1CPD foi realizada em presenca de RANKL e M-CSFR, observou-se a formacao de celulas multinucleadas TRAP positivas, um tipico fenotipo dos osteoclatos. Lacunas de reabsorcao foram visualizadas apos a coloracao de von Kossa, indicando uma diferenciacao funcional. Celulas gigantes multinucleadas TRAP positivas foram tambem observadas em culturas realizadas com celulas B-1 purificadas em colunas magneticas, reforcando sua origem linfoide. Nossos resultados as primeiras evidencias IN VITRO e IN VIVO de que as celulas B-1 desempenham um papel na osteoclastogenese e na rebsorcao ossea, abrindo novas perpectivas de relacionamento entre as celulas linfoides e o tecido osseo
Palavra-chave Animais
Osteoclastos
Linfócitos
Reabsorção Óssea
Perda do Osso Alveolar
Osso e Ossos
Camundongos
Animais
Idioma Português
Data de publicação 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 70 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 70 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/21892

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta