Prevalência do refluxo das veias gastrocnemias e soleares associado ao refluxo venoso femoro-popliteo avaliados pela ultrassonografia com Doppler

Prevalência do refluxo das veias gastrocnemias e soleares associado ao refluxo venoso femoro-popliteo avaliados pela ultrassonografia com Doppler

Título alternativo Prevalence of the gastrocnemial and soleal veins reflux associated to the femoropopliteal venous reflux evaluated by Doppler ultrasonography
Autor Celestino, Raquel Teixeira Silva Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Miranda Junior, Fausto Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Contexto: A presença de refluxo de veias gastrocnêmias e soleares associado a refluxo venoso fêmoro-poplíteo pode ser evidenciado, através de um estudo ultrassonográfico, em portadores de doença venosa crônica (DVC) nos membros inferiores permitindo avaliar, de um modo, como se comporta o papel da bomba muscular da panturrilha e, por outro lado, as alterações na hemodinâmica venosa e, com isso, melhorar o prognóstico da doença venosa crônica dos membros inferiores. Assim, é relevante responder a pergunta da pesquisa: qual a prevalência do refluxo das veias gastrocnêmias e soleares associado ao refluxo venoso fêmoro-poplíteo avaliados pela ultrassonografia com Doppler? Objetivo: Determinar a prevalência do refluxo das veias gastrocnêmias e soleares associado ao refluxo venoso fêmoro-poplíteo avaliados pela ultrassonografia com Doppler. Tipo de estudo: Estudo de prevalência. Local: Clínica de Especialidades MEDANGIO, Maceió, AL. Amostra: Pacientes portadores de doença venosa crônica dos membros inferiores atendidos sequencialmente. Foram excluídos deste estudo os pacientes com idade inferior a 18 anos e superior a 70 anos de idade, gestantes, deficientes mentais e índios. Variáveis: A variável primária foi a prevalência do refluxo das veias gastrocnêmias e soleares associado ao refluxo venoso fêmoro-poplíteo. Método estatístico: O tamanho da amostra foi estimado em 150 membros inferiores baseado em uma prevalência de 6%, a precisão absoluta de 5%, o nível de significância de 1%. Na análise estatística, as variáveis foram avaliadas pelo teste binomial, teste de Fisher e teste de Mann-Whitney, foi calculado o intervalo de confiança de 95% para cada ponto estimado. Resultados: Foram examinados 158 membros inferiores e foi observado que com refluxo venoso fêmoro-poplíteo presente, 15% estava associado a refluxo em veias gastrocnêmias e/ou soleares, 4% associado a refluxo venoso em veias superficiais e, da mesma forma, 5% associado a veias superficiais e perfurantes.O refluxo venoso fêmoropoplíteo associado a refluxo em veias gastrocnêmias, soleares ou ambas foi encontrado em 23 membros do total estudado, sendo que 56% estava presente em membro inferior direito. Conclusão: A prevalência do refluxo das veias gastrocnêmias e soleares associado ao refluxo venoso fêmoro-poplíteo avaliados pela ultrassonografia com Doppler foi de 15%
Palavra-chave Insuficiência Venosa
Varizes
Ultrassonografia Doppler
Prevalência
Humanos
Idioma Português
Data de publicação 2011
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2011. 44 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 44 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/21866

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta