Prevencao dos defeitos congenitos no periodo pre-concepcional

Prevencao dos defeitos congenitos no periodo pre-concepcional

Título alternativo Prevention of birth defects in pre-conception care: performance of health professionals in the primary care in Florianopolis
Autor Ferreira, Flavia Romariz Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A atencao pre-concepcional e considerada uma prevencao de nivel primario, sendo definida como promocao a Saúde feita tanto a mulher quanto ao seu parceiro antes da gravidez. As anomalias congenitas ja figuram como a segunda causa de morte na infancia, fato que evidencia a necessidade de um olhar especial das politicas publicas quanto a prevencao destes defeitos. A atuacao/pratica dos profissionais de Saúde da familia deve ser uniforme dentro de uma comunidade para que seja possivel um melhor controle na deteccao de risco materno-fetal para as mulheres em idade fertil. Torna-se importante que as recomendacoes preconizadas pelo CDC quanto a prevencao de defeitos congenitos sejam adequadamente disseminadas com o intuito de sistematizar o atendimento a este grupo. Este estudo, transversal descritivo, tem como objetivo descrever a atuacao de medicos e enfermeiros da Atencao Basica de Saúde do municipio de Florianopolis quanto a prevencao de defeitos congenitos no periodo pre-concepcional. Foram entrevistados 160 profissionais no periodo de 26 de janeiro a 27 de abril de 2009. Destes, 44,4%medicos (71) e 55,6% (89) enfermeiros. Foi verificado que grande parte dos profissionais [131 (81,9%)] utiliza protocolo para embasar sua pratica, porem 53,8% (86) desconhecem a existencia do tema em protocolo. Foi constatado que em relacao a prevencao de defeitos congenitos no periodo pre-concepcional, os profissionais consideram a orientacao sobre o uso de acido folico muito importante e aplicam em sua pratica, assim como a orientacao quanto a nao exposicao ao alcool, drogas e fumo [51 (31,9%)]. Quando estimulados, em questoes fechadas, tanto os medicos quanto os enfermeiros demonstraram que a orientacao quanto a cessacao do uso de drogas prevalece comparada a orientacao sobre acido folico. Apesar de o aconselhamento genetico ter sido apontado como importante, foi uma atividade pouco citada pelos profissionais como atividade de sua pratica. Verificou-se que quando estimulados, os profissionais tendem a um posicionamento mais ativo frente ao tema. Observou-se posicionamento inconsistente quando uma mesma tematica foi abordada em questoes diferentes. Finalmente, este estudo evidenciou a necessidade de um programa de capacitacao e sensibilizacao dos profissionais de Saúde, quanto a atencao pre-concepcional relativa a prevencao de defeitos congenitos das Unidades Basicas de Saúde do municipio de Florianopolis com intuito de garantir uma maior qualidade e resolutividade no atendimento, restringindo assim os indices de malformacoes congenitas
Palavra-chave Anormalidades Congênitas/prevenção & controle
Enfermagem em Saúde Pública
Saúde da Família
Prática Profissional
Prevenção Primária
Idioma Português
Data de publicação 2009
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2009. 108 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 108 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/21776

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta