Comparacao do efeito de dois protocolos de treinamento concorrente sobre as variaveis de aptidao fisica relacionadas a Saúde

Comparacao do efeito de dois protocolos de treinamento concorrente sobre as variaveis de aptidao fisica relacionadas a Saúde

Autor Guedes Junior, Dilmar Pinto Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Comparar o efeito da ordem de dois protocolos de treinamento concorrente (endurance/musculacao ou musculacao/endurance), realizados numa mesma sessao de treinamento, nas variaveis de aptidao fisica relacionadas a Saúde. Materiais e Metodos: 35 sujeitos saudaveis (19 mulheres e 16 homens), com idade: media (desvio padrao) 23.84 (4.85) anos, foram divididos em dois grupos: musculacao/endurance (GME) (n=17) e endurance/musculacao (GEM) (n=15), treinando 3x/semana durante 22 semanas. Os sujeitos foram avaliados para forca, resistencia aerobia, flexibilidade e composicao corporal pre e pos macrociclo de treinamento. Resultados : Nao ocorreu diferenca estatisticamente significativa para os ganhos de forca entre os dois grupos nos testes de CMD no supino, (26.6%) GEM e (25.9%) GME, e no leg-press (58.3%) e (50.8%) respectivamente, ou no pico de torque concentrico dos flexores do cotovelo, direito GEM (11.1%) e GME (10.5%), esquerdo (4.6%) e (6.8%), para os extensores direito (13.5%) e (4.7%) e esquerdo (5.9%) e (6.8%). Para os joelhos os resultados foram flexores, direito (9.2%) e (14.8%) e esquerdo (1.4$) e (3.9%), extensores, direito (4.4%) e (8.0%) e esquerdo (1.5%) e (-0.2%). Tambem nao ocorreram diferencas significativas entre os grupos para VO2pico, GEM (3.4%) e GME (5.8%), flexibilidade para os flexores do quadril (2.3%) e (7,5%) respectivamente, alem da composicao corporal, onde a massa corporal aumentou GEM (2.8%) e GME (2.6%), massa isenta de gordura aumentou (2.5%) e (2.6%), a massa gorda nao sofreu alteracao significativa em ambos os grupos (6.8%) e (8.2%). Conclusao: Ambos os protocolos mostraram ser eficientes para manter ou aumentar as variaveis de aptidao fisica relacionadas a Saúde. Porem, a ordem das modalidades numa mesma sessao de treinamento parece nao afetar os resultados para as variaveis analisadas
Palavra-chave Aptidão Física
Treinamento de Resistência
Força Muscular
Corrida
Idioma Português
Data de publicação 2007
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2007. 78 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 78 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/21759

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta