Efeitos da administração aguda de diferentes doses do metilfenidato sobre a cognição de jovens saudáveis

Efeitos da administração aguda de diferentes doses do metilfenidato sobre a cognição de jovens saudáveis

Título alternativo Effects of acute administration of different doses of methylphenidate on cognition in healthy young
Autor Batistela, Silmara Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Bueno, Orlando Francisco Amodeo Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Psicobiologia - São Paulo
Resumo Os chamados ampliadores cognitivos têm sido ampla e crescentemente utilizados por indivíduos saudáveis, que apesar de não apresentarem nenhum tipo de patologia, buscam por melhoras no desempenho cognitivo. Um fármaco utilizado para este fim é o metilfenidato, droga de primeira escolha para tratamento do transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH). O presente estudo visou verificar o efeito da administração aguda de diferentes doses de metilfenidato (10, 20 e 40 mg e placebo) sobre uma ampla gama de funções cognitivas em jovens saudáveis. Participaram do estudo 36 jovens universitários ou graduados, tendo sido realizados testes de atenção, memória operacional, episódica e semântica. Não foram observadas diferenças no desempenho dos sujeitos em nenhum dos testes. Houve efeito na auto-avaliação de bem estar, sendo este efeito dose dependente – 40 mg > placebo. De acordo com a literatura recente, medicações psicoestimulantes, como o metilfenidato, produzem melhoras no desempenho quando os processos cognitivos estão abaixo de um nível ótimo o que não era o caso dos sujeitos do presente estudo. Sendo assim, a impressão que o metilfenidato melhora o desempenho cognitivo em pessoas jovens e saudáveis se deve provavelmente ao efeito subjetivo de bem estar.

The so called cognitive enhancers have been widely and increasingly used by healthy individuals, who despite not having any kind of pathology, seek improvements in cognitive performance. A drug used for this purpose is methylphenidate, a first choice drug for the treatment of the attention deficit and hyperactivity disorder (ADHD). This study aimed to evaluate the effect of acute administration of different doses of methylphenidate (10, 20 and 40 mg and placebo) in a wide range of cognitive functions in healthy young subjects. Participated in the study 36 university students or graduates, and were applied tests of attention, working memory, episodic and semantic memory. There were no differences among the groups in any of the tests. Significant effect on self-assessment of well being was observed, and this effect was dose dependent - 40 mg> placebo. According to recent literature, psychostimulant medications such as methylphenidate, produce improvements in performance when cognitive processes are below an optimal level which was not the case of the subjects of this study. Thus, the impression that methylphenidate improves cognitive performance in healthy young people is probably due to the effect of subjective well-being.
Palavra-chave Memória de Curto Prazo
Memória de Longo Prazo
Cognição/efeitos de drogas
Metilfenidato
Adulto
Masculino
Idioma Português
Financiador Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Associação Fundo de Incentivo à Psicofarmacologia (AFIP)
Data de publicação 2011
Publicado em BATISTELA, Silmara. Efeitos da administração aguda de diferentes doses do metilfenidato sobre a cognição de jovens saudáveis. 2011. 88 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2011.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 88 f.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de Mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/21751

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Tese-12929.pdf
Tamanho: 1.004MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta