Seroma na área doadora do retalho musculocutâneo transverso do reto do abdome, em pacientes submetidas à reconstrução de mama

Seroma na área doadora do retalho musculocutâneo transverso do reto do abdome, em pacientes submetidas à reconstrução de mama

Título alternativo Seroma at the donor site of the transverse rectus abdominis myocutaneous flap in breast reconstruction
Autor Rossetto, Luis Antonio Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Ferreira, Lydia Masako Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Cirurgia translacional – São Paulo
Resumo O retalho musculocutâneo transverso do reto do abdome é um procedimento indicado para pacientes submetidas à reconstrução de mama. O seroma é uma complicação frequentemente encontrada na área doadora do retalho. OBJETIVO: Avaliar a incidência seroma na área doadora do retalho TRAM em que foram realizados os pontos de adesão com drenos, pontos de adesão sem drenos, comparando-se aos que não usaram os pontos de adesão e com drenos, em pacientes submetidas à reconstrução de mama. MÉTODOS: Foram realizadas 48 reconstruções de mama com retalho TRAM, bipediculado. As pacientes foram distribuídas aleatoriamente, por sorteio, em três grupos compostos por 16 pacientes cada: Grupo C, pacientes sem pontos de adesão, com uso de drenos de sucção; Grupo PD, com pontos de adesão, com o uso dos drenos de sucção; Grupo PSD, com pontos de adesão, sem o uso dos drenos de sucção. Para a investigação da formação do seroma foi realizado ultrassonografia (USG) no sétimo dia de PO e no 14º de PO, em todas as pacientes, em cincos regiões da parede abdominal: epigástrio, umbilical, hipogástrio, fossa ilíaca direita, fossa ilíaca esquerda. RESULTADOS: A avaliação pela USG apresentou maior incidência de seroma no Grupo C (p=0,008). No Grupo C houve presença de seroma na fossa ilíaca, enquanto que nos demais grupos não ocorreram nesse local (p=0,028). Não houve diferença entre o Grupo PD-PSD (p=1,00), em relação à importância da presença dos drenos. CONCLUSÃO: Os pontos de adesão realizados na área doadora do retalho TRAM são eficazes na diminuição da presença do seroma.

Objective: To evaluate the incidence of seroma formation with and without the use of quilting sutures or suction drains in the closure of the transverse rectus abdominis myocutaneous (TRAM) flap donor site in patients who underwent breast reconstruction. Summary Background Data: Seroma is a common morbidity at the donor site. The use of quilting sutures in the closure of the donor site causes the collapse of the dead space and may reduce seroma formation. Methods: In a prospective randomized double-blind clinical trial (ClinicalTrials.gov, number NCT01358786), 48 breast reconstructions were performed using the bipedicled TRAM flap. Patients were randomly allocated into three groups of 16 participants each: QS+DN group, use of quilting sutures and suction drains at the donor site; QS group, use of quilting sutures alone; and DN group, use of suction drains alone. Ultrasound examinations were performed to assess seroma formation in 5 regions of the abdominal wall (epigastric, umbilical, hypogastric, right iliac, and left iliac regions) on postoperative days 7 and 14. Results: Seroma volume was significantly higher in the DN group than in the QS+DN group (p=0.048), but no difference was found between the QS+DN and QS groups (p=1.00). The region of seroma formation was significantly correlated with the type of surgical procedure (p=0.028). Seroma formation was observed in the iliac regions of patients in the DN group, but not in the QS+DN and QS groups. Conclusion: Quilting sutures at the TRAM flap donor site were efficient in reducing seroma formation.
Palavra-chave Exsudatos e transudatos
Mamoplastia
Reto do abdome
Retalhos cirúrgicos
Complicações pós-operatórias
Humanos
Idioma Português
Data de publicação 2011
Publicado em ROSSETTO, Luís Antônio. Seroma na área doadora do retalho musculocutâneo transverso do reto do abdome, em pacientes submetidas à reconstrução de mama. 2011. 106 f. Tese (Doutorado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2011.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 106 f.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/21621

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-21621.pdf
Tamanho: 3.493MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta