Estudo morfológico do músculo soleo de ratos submetidos a isquemia e reperfusão sob ação da pentoxifilina

Estudo morfológico do músculo soleo de ratos submetidos a isquemia e reperfusão sob ação da pentoxifilina

Título alternativo Morphologic study of the soleus muscle of rats submitted to ischemia/reperfusion with pentoxifyline
Autor Brasileiro, José Lacerda Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Fagundes, Djalma José Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Ciência cirúrgica interdisciplinar
Resumo Objetivo: avaliar as alterações morfológicas e imuno-histoquímicas de músculo esquelético (sóleo) de ratos submetidos à isquemia e reperfusão sob a ação da pentoxifilina. Métodos: Sessenta ratos foram submetidos à isquemia do membro posterior por seis horas pelo clampeamento da artéria ilíaca comum esquerda. Após reperfusão os animais do grupo A (n=30) foram observados por quatro horas e o grupo B(n=30) por vinte e quatro horas. Seis animais sem isquemia e sem pentoxifilina (PTX) constituíram o grupo simulado. A PTX não foi aplicada nos grupos A1(n=10) e B1(n=10), foi aplicada no início do período de reperfusão em A2(n=10) e B2(n=10), foi aplicada no início da isquemia e início da reperfusão em A3(n=10) e B3(n=10). O músculo sóleo foi coletado no final do período de observação de cada grupo e processado histologicamente para a avaliação à microscopia óptica dos parâmetros de dissociação de fibras (edema intersticial), infiltração intersticial de leucócitos e necrose. Pela coloração de imuno-histoquímica avaliou-se a apoptose pela expressão da caspase-3 em neutrófilos das áreas perivasculares e perinucleares. Foram aplicados os testes não-paramétricos Kruskall-Wallis e Mann-Whitney (p≤0,05). Resultados: Não houve expressão de necrose em nenhum dos períodos estudados. As alterações histológicas e de imuno-histoquímica foram mais intensas no grupo B1 com médias de escore do edema de 2,57 ± 0,13; infiltrado leucocitário de 2,05 ± 0,10; e a expressão da caspase-3 na área perivascular de 4,30± 0,79; e menos intensas no grupo A3 com respectivas médias de 0,77± 0,08; 0,92±0,10; 0,76± 0,16; 0,67± 0,15 (p < 0,05). A caspase-3 mostrou-se mais expressiva no grupo B1 na área perivascular com média de 4,30± 0,79 quando comparado com o grupo B1 na área perinuclear com média de 0,91± 0,32. Conclusões: As lesões de isquemia e reperfusão do músculo sóleo de ratos são mais intensas quando se observa por um maior tempo após a reperfusão e a pentoxifilina atenua estas lesões, sobretudo quando usada no início das fases de isquemia e de reperfusão.

Objective: to evaluate the morphologic and imunohistochemicals alterations of skeletal muscle (soleus) of rats submitted to the ischemia and reperfusion under the action of the pentoxifylline. Method: Sixty rats were submitted to the ischemia of the posterior hib by six hours by clamping the left common iliac artery. After reperfusion the animals of the group A (n=30) were observed by four hours and the group B (n=30) for twenty-four hours. Six animals without ischemia and without pentoxifylline (PTX) constituted the sham group. PTX was not applied in the groups A1 (n=10) and B1(n=10), it was applied in the initial of the reperfusion period A2(n=10) and B2(n=10), it was applied in initial of the ischemia and in the initial of the reperfusion in the groups A3(n=10) and B3(n=10). The muscle soleus was collected in the end of the period of observation of each group and processed for the evaluation to the optical microscopy of the parameters of dissociation of fibers (interstitial edema), interstitial infiltration of leukocytes and necrosis. For the imunohistochemical coloration it evaluated the apoptosis for the expression of the caspase-3 on neutrophils in perivascular and perinuclear areas. They were applied the no-parametric tests Kruskall-Wallis and Mann-Whitney (p≤0.05). Results: There was no expression of muscle necrosis in all of the groups. The histological and imunohistochemicals alterations were more intense in the group B1 with averages of score of the edema 2.57 ± 0.13; spread of leukocytes 2.05 ± 0.10; and the expression of the caspase-3 in the perivascular area 4.30± 0.79; and less intense in the group A3 with respective averages 0.77± 0.08; 0.92±0.10; 0,76± 0.16; 0.67± 0,15 with. The caspase-3 was shown more expressive in the group B1 of the perivascular area with average 4.30± 0.79 when compared with the group B1 of the perinuclear area with average 0.91± 0.32. Conclusions: The ischemia lesions and reperfusion of the muscle soleus of rats are more intense when it is observed a larger time after reperfusion and the pentoxifylline lessens these lesions, above all when used in the beginning of the ischemia and of reperfusion phases.
Palavra-chave Isquemia
Reperfusão
Músculo esquelético
Ratos
Pentoxifilina
Caspases
Apoptose
Idioma Português
Data de publicação 2006
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2006. 77 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 77 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/21526

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-21526.pdf
Tamanho: 2.251MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta