Estudo do envolvimento da proteína tiorredoxina-1 na morte celular induzida por óxido nítrico associado ao metabolismo de nitrosotióis

Estudo do envolvimento da proteína tiorredoxina-1 na morte celular induzida por óxido nítrico associado ao metabolismo de nitrosotióis

Título alternativo Study of the envolvement of protein thioredoxin-1 in cell death induce by nitric oxide associated with nitrosothiol methabolism
Autor Arai, Roberto Jun Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Monteiro, Hugo Pequeno Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo As interações do NO ou das espécies reativas dele derivados com proteínas celulares possuem um critico papel no mecanismo de sinalização celular, sendo em parte reguladas por sistemas redutores intracelulares. Dentre eles, a proteína redutora de 12kDa TRX-l possui uma importante função na manutenção redox de proteínas. Entretanto, o papel da TRX-l no mecanismo de restauração de proteínas modificadas covalentemente pelo NO não está bem esclarecido. Neste estudo, nós investigamos o efeito da superexpressão da proteína TRX- I no controle dos níveis de nitrosotióis e nitrotirosinas e seu impacto na viabilidade celular e na sinalização anti-apoptótica. O papel da expressão da TRX-I na viabilidade de células HeLa expostas a concentrações crescentes de aSNO foi inicialmente demonstrado pela diminuição da expressão TRX-l e pela indução da ativação da CPP32 e da morte celular. Em seguida, a indução da expressão da TRX- I em células HeLa utilizando o sistema de expressão condicional (Tet-system), conferiu maior resistência à morte celular promovida pelo aSNO. Nestas células, nós observamos um significante decréscimo dos níveis de nitrosotióis e um robusto aumento dos níveis de nitrito e nitrotirosinas. O envolvimento de sinalizadores intracelulares envolvidos no mecanismo da viabilidade celular ERKI/2, p38 e JNKI/2 foi investigado. Em células HeLa parentais, nossos achados indicaram um critico papel das MAP quinases ERK 1/2 na resistência ao aSNO. Em concordância, a superexpressão da TRX-l resultou no aumento da atividade basal de EIq<.I/2 e um robusto aumento de sua atividade em células tratadas com aSNO. Portanto, o aumento da resistência celular ao nitrosotiol conferido pela superexpressão da TRX-l pode estar associado ao aumento da capacidade celular em catabolizar nitrosotióis e ao aumento da atividade da sinalização anti-apoptótica via MAP quinases ERK1/2.
Palavra-chave Tiorredoxinas
Óxido nítrico
Morte celular
Idioma Português
Data de publicação 2006
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2006. 172 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 172 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/21521

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta