Estudo de validade e reprodutibilidade do índice Manchester de incapacidade associada ao pé doloroso no idoso

Estudo de validade e reprodutibilidade do índice Manchester de incapacidade associada ao pé doloroso no idoso

Título alternativo Validity and reproducibility study of the Manchester foot pain associated disability index in older people
Autor Ferrari, Sabrina Canhada Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Trevisani, Virgínia Fernandes Moça Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo
Pós-graduação Saúde baseada em evidências - São Paulo
Resumo Objetivo: Traduzir, adaptar e estudar as propriedades das medidas - consistência interna, reprodutibilidade e validade do “Índice Manchester de Incapacidade Associada ao Pé Doloroso” (MFPDI) para a língua portuguesa.Métodos: O MFPDI foi traduzido e adaptado culturalmente para a população brasileira de acordo com a metodologia internacional aceita. Para avaliação da reprodutibilidade, os pacientes foram entrevistados duas vezes, na primeira avaliação (entrevistadores 1 e 2) e novamente dentro de um período de 15 dias entrevistador 1). Foram colhidas medidas sócio-demográficas e morfológicas, foi aplicado o MFPDI e a escala analógica visual (EVA) em 50 pacientes com dor no pé e posteriormente acrescidos mais 35 pacientes para a realização da análise do componente principal. Resultados: Usando o MFPDI foi possível observar que a população ambulatorial entrevistada apresentou incapacidade, pois a maioria dos pacientes respondeu “sim, na maioria dos dias/ todos os dias”, mas ainda eram independentes. A consistência interna foi alta (Alfa de Cronbach = 0,80). A análise dos componentes principais revelou uma estrutura de cinco componentes que foram divididos: o componente de incapacidade foi representado entre o primeiro (itens 1-3,5,7-9 Alfa de Cronbach = 0,76) e o terceiro componente (itens 3, 4 e 6; Alfa de Cronbach = 0,609), o componente de dor foi representado pelo segundo (itens 14, 15 e 17; Alfa de Cronbach = 0,643) e o quinto componente (itens 10 e 16; α = 0,587) e o relacionado a preocupação sendo o quarto componente (itens 11-13; Alfa de Cronbach = 0,581). Conclusão: Os resultados são indicativos de que MFPDI traduzido, adaptado e validado para a língua portuguesa pode ser aplicado na população idosa com dor no pé incapacitante.

Objective: To study the properties of parameters concerning internal consistency, reproducibility and validity of the "Manchester Foot-Pain Disability Index" (MFPDI), as well as to adapt and translate them into the portuguese language. Methods: The questionnaire was translated into Portuguese, translated back into English, and cross-culturally adapted to the Brazilian environment according internationally recommended methods. To evaluate reliability, patients were interviewed twice at baseline (interviewers 1 and 2) and within a period of 15 days (interviewer 1). Sócio-demographic and morphologic measures were colllected, the MFPDI was applied, as well as the visual analogic scale (VAS), to fifty patients suffering from foot pain, for a reproducibility and validity study. Later, data from another 35 patients were added for analysis of the main components. Results: The use of MFPDI made it possible to notice that the interviewed day-clinic population suffered from some disability, as most of the patients answered "yes, on most of the days/ every day", though they were still independent. The internal consistency was high (Cronbach alpha = 0.80). Analysis of the main components revealed a structure by five components, divided: the disability component was represented between the first (items 1- 3,5,7-9, Cronbach Alpha = 0.76) and the third component (items 3, 4 and 6, Cronbach Alpha = 0.609); the pain component, was represented by the second (items 14, 15, and 17, Cronbach Alpha = 0.643) and the fifth component (items 10 and 16, Cronbach Alpha = 0.587); and the component concerning worry represented by the fourth (items 11-13, Cronbach Alpha = 0.581). Conclusion: The results indicate that the MFPDI, adapted, validated and translated into the Portuguese language can be applied to the aged population suffering from disabling foot pain.
Palavra-chave Medição da dor
Idioma Português
Data de publicação 2006
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2006. 124 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 124 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/21493

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-21493.pdf
Tamanho: 2.888MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta