Punção no hipocôndrio esquerdo na criação do pneumoperitônio: valor diagnóstico das provas de posicionamento da agulha de veress, das pressões intraperitoneais e dos volumes injetados durante a insuflação

Punção no hipocôndrio esquerdo na criação do pneumoperitônio: valor diagnóstico das provas de posicionamento da agulha de veress, das pressões intraperitoneais e dos volumes injetados durante a insuflação

Título alternativo The punction in left hipocondrium in the creation of the pneumoperitoneum: diagnostic value of the tests for the positioning of the Veress needle, intraperitonealpressures and injected volumes during insufflation
Autor Azevedo, Otávio Cansanção Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Azevedo, João Luiz Moreira Coutinho de Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Ciência cirúrgica interdisciplinar
Resumo Objetivos: Avaliar a eficácia da punção com agulha de Veress no hipocôndrio esquerdo, a acurácia de testes descritos e estabelecer parâmetros para pressão e volume em momentos da insuflação. Métodos: 32 pacientes puncionados na linha mediana do abdome (grupo LM) e 30 no hipocôndrio esquerdo (grupo HE). Acurácia das provas de posicionamento da agulha e número de tentativas falhas foram comparados. Foram depois puncionados no hipocôndrio esquerdo 70 pacientes que, com os do grupo HE, constituíram o grupo HET - hipocôndrio esquerdo total. Foram feitas provas de posicionamento da ponta da agulha; positivas quando, na prova da aspiração (PA), sugava-se material orgânico; na prova da resistência (PRes), exercia-se apenas pouca pressão na seringa à infusão de líquido; na prova de recuperação (PRec), não se recobrava o líquido infundido; na prova do gotejamento (PG), as gotas escoavam-se rapidamente, na prova da pressão intraperitoneal inicial (PPII), os níveis eram ≤ 8mmHg. Foram calculados a sensibilidade (S), a especificidade (E), os valores preditivos positivos (VPP) e negativos (VPN) das provas. O volume e a pressão foram registrados a cada 20 segundos até 12mmHg. Foram correlacionados os valores das pressões e dos volumes com momentos pré- determinados da insuflação. Resultados: Ocorreram duas tentativas infrutíferas de punção no grupo LM e três no grupo HE. No grupo HET, houve dez fracassos e a PA, a S e VPP não puderam ser aplicados, E=100% e VPN=100%. Na PRes, S=100%, E=0%, VPP=90% e VPN não existiu. Na PRec e na PG, S=100%, E=50%, VPP=94,7% e VPN=100%. Na PPII, a S, E, VPP e VPN=100%. Os valores da pressão e do volume mostraram correlação fortemente positiva com momentos pré- estabelecidos (coeficientes de explicação de 0,8011 e 0, 9604, respectivamente). Conclusões: A punção no hipocôndrio esquerdo é eficaz. As provas realizadas orientam o cirurgião. Há possibilidade de previsão dos valores das pressões e dos volumes em determinados momentos de insuflação.

Objectives: To evaluate the efficacy of the puncture with the Veress needle in the left hypochondrium, the accuracy of described test results and to establish parameters for pressure and volume in the moments of insufflation. Methods: 32 patients were punctioned in the abdominal mid-line (ML group), and 30 in the left hypochondrium (LH group). The accuracy of the positioning tests of the needle and number of failed attempts were compared. Afterwards, 70 patients were punctioned in the left hypochondrium who, together with those of group LH, formed into group TLH - total left hypochondrium. Tests regarding the positioning of the needle tip were carried out, considered positive when, in the aspiration test (AT), organic material was sucked; in the resistance test (ResT), only a small amount of pressure was exerted on the syringe against the infusion of liquid; in the recovery test (RecT), the infused liquid was not recovered; in the dripping test (DT), the drops were drained quickly; and, in the initial intra-peritoneal pressure test (IIPT), the levels were of ≤ 8mmHg. The levels of sensitivity (SE), specificity (SP), the predictive positive values (PPV) and negative values (PNV) of the tests, were calculated. Volume and pressure were recorded at every 20 seconds, until 12 mmHg. The values of pressures and volumes were correlated with pre-determined moments of insufflation. Results: Two unsuccessful attempts at punctioning took place in the ML group and one in the LH group. In the TLH Group, there were 10 failures and the AT, the SE and the PPV could not be applied, SP=100% and PNV =100%. In the ResT, SE =100%, SE =0%, PPV = 90%, and PNV = did not exist. In the RecT and in the DT, SP =100%, SE =50%, PPV =94,7% and PNV =100%. In the IIPT, the SP, SE, PPV and PNV =100%. Pressure and volume showed a strongly positive correlation with pre-determined moments (coefficient of explanation of = 0,8011and 0,9604 respectively). Conclusions: Punction in the left hypochondrium is effective. The tests carried out guide the surgeon. There is a likelihood of prediction of the values of pressures and volumes in determined moments of insufflation.
Palavra-chave Pneumoperitônio artificial
Insuflação/métodos
Laparoscopia/métodos
Cirurgia geral
Idioma Português
Data de publicação 2006
Publicado em AZEVEDO, Otávio Cansanção de. Punção no hipocôndrio esquerdo na criação do pneumoperitônio: valor diagnóstico das provas de posicionamento da agulha de Veress , das pressões intraperitoneais e dos volumes injetados durante a insuflação. 2006. 75 f. Tese (Doutorado em Ciências) – Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2006.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 75 f.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/21405

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-21405.pdf
Tamanho: 1.518MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta