Complicações rinossinusais após descompressão orbital em técnica externa e endonasal combinada

Complicações rinossinusais após descompressão orbital em técnica externa e endonasal combinada

Título alternativo Sinus complications after orbital decompression by combined external and endonasal technique
Autor Pezato, Rogério Autor UNIFESP Google Scholar
Santos, Rodrigo De Paula Autor UNIFESP Google Scholar
Manso, Paulo Góes Autor UNIFESP Google Scholar
Pereira, Max Domingues Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Many techniques of orbital decompression have been used in the treatment of Graves ophthalmopathy. Recently endonasal endoscope surgery was introduced in the orbital decompression, as an isolated technique, or combined with existing techniques hopefully to give better visualization of medial wall and a lower incidence infection when the medial wall is acessed. AIM: To evaluate orbital decompression combined with endoscope in prevention of bacterial infection, we relate three cases of assyntomatic patients with computer tomography control of facial sinus presenting opacification of maxillary or frontal sinus. STUDY DESIGN: Clinical Prospective. MATERIAL AND METHOD: 16 patients with 18 orbita procedures underwent orbital decompression, in the Ophthalmology Department at the Escola Paulista de Medicina-UNIFESP an orbital decompression was obtained by combined technique using endonasal access with an endoscope. RESULTS: Four patients during postoperative CT scan presented assymtomatic opacification of the maxillary or frontal sinuses. CONCLUSION: A combination of endoscopy in orbital decompression by external approach showed the effectiveness in prevention of sinusitis clinically manifested and its complications, although a longer time of follow-up is needed to understand better radiological findings 22% presented opacification of the sinuses and their consequences.

Muitas técnicas de descompressão orbital têm sido utilizadas no tratamento da oftalmopatia por Graves. Recentemente, introduziu-se a cirurgia endoscópica endonasal na descompressão de órbita, como técnica isolada ou combinada com as já existentes, acreditando proporcionar melhor visão da parede medial da órbita e menor incidência de infecção bacteriana quando a parede medial é acessada por endoscópio. OBJETIVO: Avaliar as complicações após a descompressão orbital por técnica combinada assistida por endoscopia na prevenção de infecção rinossinusal. FORMA DE ESTUDO: Clínico Prospectivo. MATERIAL E MÉTODO: 16 pacientes 18 órbitas foram submetidos à descompressão orbital no Setor de Órbita do Departamento de Oftalmologia da Escola Paulista de Medicina UNIFESP. RESULTADOS: Quatro pacientes, durante o acompanhamento por tomografia no pós-operatório, apresentaram velamento do seio maxilar ou frontal, sem sintomatologia. CONCLUSÃO: A descompressão orbital por via externa combinada com a via endonasal auxiliada por endoscopia mostrou-se eficaz na prevenção de sinusite clinicamente manifesta e suas complicações, embora no acompanhamento tomográfico 22% dos pacientes apresentaram velamento do seio maxilar ou frontal.
Palavra-chave orbital
decompression
endoscopic
descompressão
órbita
endoscópio
Idioma Português
Data de publicação 2004-06-01
Publicado em Revista Brasileira de Otorrinolaringologia. ABORL-CCF Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial, v. 70, n. 3, p. 301-304, 2004.
ISSN 0034-7299 (Sherpa/Romeo)
Publicador ABORL-CCF Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial
Extensão 301-304
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0034-72992004000300003
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0034-72992004000300003 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2137

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0034-72992004000300003.pdf
Tamanho: 115.3KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta