Avaliação do impacto de medidas de prevenção e controle de infecção da corrente sanguínea em unidades de terapia intensiva

Avaliação do impacto de medidas de prevenção e controle de infecção da corrente sanguínea em unidades de terapia intensiva

Título alternativo Evaluation of the impact of prevention and control measures to reduce bloodstream infections in intensive care units
Autor Santana, Solange Leite Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Medeiros, Eduardo Alexandrino Servolo de Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Introduction: Vascular access-associated infections remain a major complication of modern medicine all over the world, particularly in intensive care units. They increase patient morbidity, affect quality of patient care, and generate substantial costs. Educating health care workers has been demonstrated to be an efficient, cost-effective technique to decrease nosocomial infection rates. Objectives: To evaluate the impact of an educational program to prevent catheter-associated bloodstream infections among intensive care unit patients at a university-affiliated teaching hospital. Methods: This was a interventional study conducted in two adult medical surgical ICUs with similar characteristics. The study was performed in three periods: pre-intervention (September to December 2004), intervention (January to March 2005) and post-intervention (April to July 2005). All adult patients admitted into the ICUs at study during the pre-intervention and post-intervention periods who had a central venous catheter (CVC) placed for at least 48 hrs were followed prospectively for bloodstream infections. In intervention period, health care workers underwent education and training program about CVC care and infection control practices. Rates of catheter-associated bloodstream infection were evaluated during pre-intervention and post-interventional periods. Results: There were no significant changes in patient demographics characteristics during the study. The average time, in days of hospitalization in the intensive care units in pre and postinterventional periods was, respectively, 27,0 and 21,4 (p=0,191). The average of APACHE II score was 15,4 pre-interventional and 15,2 post-interventional (p=0,887) and the average of age was 56,7 years pre-interventional and 55,6 post-interventional (p=0,714). Sixteen cases of catheter-associated bloodstream infections during 1679 catheter-days were noted in the pre-intervention period: 9,5 cases/1000 catheter-days. After the implementation of the education program, eight cases of catheter-associated bloodstream infections were registered during 1473 catheter-days: 5,4/1000 catheterdays (p=0,046). The mortality rate in the intensive care units were not different between the two periods: 40,4% pre-intervention e 47,4% post-intervention (p=0,339). Conclusions: This study demonstrated that an educational program may be an effective strategy for decreasing the incidence of vascular access-associated infections in patients in intensive care units. Nonetheless, this reduction is unlikely to have impact on patient mortality rates.

Introdução: As infecções associadas aos acessos vasculares são consideradas as maiores complicações da medicina moderna em todo o mundo, particularmente em unidades de terapia intensiva. Estas infecções aumentam a morbidade dos pacientes, comprometem a qualidade da assistência e geram custos substanciais. Programas educacionais para os profissionais da área da saúde têm sido considerados eficientes e custo-efetivos para reduzir as taxas de infecção hospitalar. Objetivos: Avaliar o impacto de um programa educacional para prevenir infecções da corrente sanguínea associadas à cateteres em pacientes de unidades de terapia intensiva de um hospital universitário. Casuística e Método: Estudo de intervenção, conduzido em duas unidades de terapia intensiva médico-cirúrgicas de adultos, de características similares. O estudo foi dividido em três períodos: pré-intervenção (setembro a dezembro de 2004), intervenção (janeiro a março de 2005) e pós-intervenção (abril a julho de 2005). Todos os pacientes adultos admitidos nas unidades do estudo nos períodos pré e pósintervenção com cateter venoso central por no mínimo 48 horas foram acompanhados prospectivamente para se detectar a ocorrência de infecção da corrente sanguínea. No período de intervenção, os profissionais da área da saúde foram submetidos a um programa educacional sobre as práticas de controle de infecção da corrente sanguínea. Taxas de infecção da corrente sanguínea associadas aos cateteres foram avaliadas durante os períodos pré-intervenção e pós-intervenção. Resultados: Não houve diferenças significantes nas características demográficas dos pacientes durante o estudo. A média em dias de internação nas unidades de terapia intensiva nos períodos pré e pós-intervenção foi respectivamente 27,0 e 21,4 (p=0,191). A média do índice de gravidade APACHE II foi 15,4 pré-intervenção e 15,2 pós-intervenção (p=0,887) e a média de idade em anos dos pacientes foi 56,7 pré-intervenção e 55,6 pós-intervenção (p=0,714). Dezesseis casos de infecção da corrente sanguínea associadas aos cateteres em 1679 cateteres-dia foram observados no período pré-intervenção: 9,5/1000 cateteres-dia. Após a implementação do programa educacional, oito casos de viii infecção da corrente sanguínea foram registrados em 1473 cateteres-dia: 5,4/1000 cateteres-dia (p=0,048). A taxa de mortalidade dos pacientes nas unidades de terapia intensiva não foi diferente entre os dois períodos: 40,4% pré-intervenção e 47,4% pósintervenção (p=0,339). Conclusão: Este estudo demonstrou que um programa educacional pode reduzir a incidência das infecções da corrente sanguínea associadas aos cateteres vasculares em unidades de terapia intensiva. Entretanto, esta redução não teve impacto na mortalidade hospitalar dos pacientes.
Palavra-chave Infecção Hospitalar
Unidades de Terapia Intensiva
Circulação Sanguínea
Controle de Infecções
Idioma Português
Financiador Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Data de publicação 2006
Publicado em SANTANA, Solange Leite. Avaliação do impacto de medidas de prevenção e controle de infecção da corrente sanguínea em unidades de terapia intensiva. 2006. 79 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2006.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 79 f.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/21282

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-21282.pdf
Tamanho: 475.8KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta