Efeitos sagitais e verticais na maxila da expansão rápida assistida cirurgicamente

Efeitos sagitais e verticais na maxila da expansão rápida assistida cirurgicamente

Título alternativo Sagital and vertical maxilar effects in surgically assisted rapid expansion
Autor Bretos, José Luis Gonçalves Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Ferreira, Lydia Masako Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Cirurgia translacional – São Paulo
Resumo INTRODUÇÃO: A expansão rápida da maxila assistida cirurgicamente (ERMAC) promove a correção das deficiências transversais em pacientes com maturidade esquelética, nas quais a sutura palatina mediana encontra-se fechada. OBJETIVO: Avaliar os efeitos sagitais e verticais na maxila na expansão rápida assistida cirurgicamente (ERMAC), com a utilização dos aparelhos Haas e Hyrax. MÉTODOS: Foram avaliados 33 pacientes que necessitavam expansão rápida da maxila assistida cirurgicamente, sendo que em 16 foram utilizados aparelhos expansores tipo Haas e em 17, tipo Hyrax. Todos foram submetidos à osteotomia maxilar tipo Le Fort I subtotal e tiveram os aparelhos expansores ativados. Foram feitas radiografias cefalométricas em norma lateral no pré-operatório (T1), logo ao término da ativação do aparelho expansor (T2) e após quatro meses do término da ativação (T3). As medidas cefalométricas SNA, SN. plano palatino, Plano de Frankfurt. NA, CF-A. CF-NA, Nperp-A, CF-A, Plano de Frankfurt - ENA e Plano de Frankfurt - ENP, foram obtidas em cada uma das três radiografias cefalométricas, de cada paciente. RESULTADOS: Foram observadas alterações estatisticamente significantes nas medidas cefalométricas: SNA, plano de Frankfurt. NA, Nperp-A nos pacientes do grupo Haas e CF-A nos pacientes do grupo Hyrax, demonstrando deslocamento anterior da maxila, sendo que a avaliação das medidas cefalométricas SN. plano palatino, CF-A. CF-NA, Plano de Frankfurt - ENA e Plano de Frankfurt - ENP, que verificaram o efeito vertical, demonstrou não ter existido alteração nos dois grupos. CONCLUSÕES: 1) A expansão rápida da maxila assistida cirurgicamente, com o aparelho expansor Haas, causa deslocamento anterior, sem alteração vertical da maxila. 2) A expansão rápida da maxila assistida cirurgicamente, com o aparelho expansor Hyrax, não causa deslocamento anterior nem vertical da maxila. 3) Os grupos Haas e Hyrax apresentaram comportamento semelhante.

INTRODUCTION: The surgically assisted rapid maxillary expansion (SARME) is a treatment modality to promote transverse correction in narrow maxillas in patients that have reached skeletal maturity and have the mid palatal suture closed. OBJECTIVES: To evaluate the sagittal and vertical changes in the maxilla after the surgically assisted rapid maxillary expansion. METHODS: Thirty three patients that required SARME were subjects to this study. Sixteen patients used the Haas type expander and seventeen used the Hyrax type expander. All patients were subjected to maxillary Le Fort I subtotal type surgery and the expanders were activated. Lateral radiographs were taken before surgery (T1), right after the expander activation (T2) and four months later (T3). Cephalographic measures SNA, SN.Palatal Plane, Frankfurt Horizontal.Plane.NA, CF-A. CF-NA, Nperp-A and CF-A, Frankfurt Horizontal.Plane-ANS and, Frankfurt Horizontal.Plane-PNS, were measured in each of the three cephalometric radiographs for each patient. RESULTS: Statistically signifficant changes were noticed in the measures of SNA, Frankfurt Horizontal.Plane.NA, Nperp-A in Haas group, and CF-A in Hyrax group, indicating anterior displacement of the maxilla. The measures of SN.Palatal Plane, CF-A. CF-NA, Frankfurt Horizontal.Plane - ANS and Frankfurt Horizontal.Plane - PNS showed no vertical changes in the position of the maxilla in both groups. CONCLUSIONS: The SARME caused anterior displacement of the maxilla and did not alter the vertical dimension, with Haas expander. 2) The SARME did not cause anterior and vertical displacement of the maxilla with Hyrax expander. 3) Both groups, Haas and Hyrax, presented similar behavior.
Palavra-chave Maxila
Técnica de expansão palatina
Maxila/cirurgia
Circunferência craniana
Idioma Português
Financiador Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Data de publicação 2006
Publicado em BRETOS, José Luis Gonçalves. Efeitos sagitais e verticais na maxila da expansão rápida assistida cirurgicamente. 2006. 103 f. Tese (Doutorado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2006.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 103 f.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/21180

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-21180.pdf
Tamanho: 1.702MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta