Análise comparativa entre os achados de ressonância magnética e de eletromiografia do músculo facial masseter, em indivíduo com e sem disfunção temporo-mandibular

Análise comparativa entre os achados de ressonância magnética e de eletromiografia do músculo facial masseter, em indivíduo com e sem disfunção temporo-mandibular

Título alternativo Comparative analysis between the radiographic and eletromyographic findings of de masseter muscle in subjects with and without temporomandibular disorder
Autor Nassri, Luiz Fernando Giazzi Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Abdala, Nitamar Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A necessidade no entendimento das alterações do músculo masseter nas disfunções têmporo-mandibulares direciona cada vez mais o cirurgião dentista a conviver com profissionais da área de saúde num enfoque multidisciplinar, que parece ser a melhor condição de amparar pacientes com enfermidade tão complexa. Objetivo: Avaliar por meio da ressonância magnética, da sequência de espectroscopia e da eletromiografia as possíveis alterações do músculo masseter, quanto à intensidade do sinal, quanto aos metabólitos - creatina, colina e lipídeo e quanto ao valor da tensão muscular (RMS) em indivíduos normais e com disfunção têmporo-mandibular, respectivamente. Métodos: foram selecionados 20 indivíduos voluntários, sendo 11 normais e 9 com disfunção da articulação têmporo-mandibular (DTM), com o objetivo de avaliar o músculo facial masseter, por meio da ressonância magnética, espectroscopia e da eletromiografia. Resultados: a relação entre os metabólitos medidos - creatina, colina e lipídeo - foi mantida para os grupos normal e com DTM, entretanto, mostrou uma tendência de aumento dos valores puros registrados referentes à espectroscopia por ressonância magnética para o grupo com DTM. A análise na ressonância magnética da intensidade do sinal do músculo masseter apresentou índice com significante diferença para o grupo normal e com DTM. Outro resultado relevante foi a diferença nos valores referentes aos dados eletromiográficos relacionados à tensão muscular (RMS) em repouso e em máxima intercuspidação, nos lados direito e esquerdo do músculo masseter para os grupos estudados. Além disso, os valores obtidos da tensão muscular (RMS) por eletromiografia seguem um padrão matemático que permitiu a elaboração de uma equação de reta de regressão linear traduzida por: EMG-MIC = 528,75 - (54,76 x EMG-REP). Conclusões: a sequência de espectroscopia, a ressonância magnética e o exame de eletromiografia foram eficazes na comprovação das mudanças metabólicas e fisiológicas ocorridas no músculo masseter no grupo com disfunção têmporo-mandibular em relação ao grupo normal.
Palavra-chave Transtornos da articulação temporomandibular
Espectroscopia de ressonância magnética
Eletromiografia
Músculo masseter
Idioma Português
Data de publicação 2005
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2005. 66 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 66 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/21170

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta