Estudo longitudinal sobre ganho de peso, glicemia de jejum e perfil lipídico em pacientes no primeiro episódio psicótico

Estudo longitudinal sobre ganho de peso, glicemia de jejum e perfil lipídico em pacientes no primeiro episódio psicótico

Título alternativo Longitudinal study of weight gain, fasting glucose and lipide profile in first-episode psychosis
Autor Attux, Cecília Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Chaves, Ana Cristina Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Avaliar as alterações de peso, glicemia de jejum, colesterol total e frações e triglicérides de pacientes no primeiro episódio psicótico no início do tratamento no Programa de Episódio Psicótico - PEP e após o período de seis meses. Métodos: Estudo prospectivo, naturalístico, realizado no período de agosto de 2003 a junho de 2005 com os pacientes que procuraram tratamento no PEP. Todos os pacientes que começaram acompanhamento no PEP foram avaliados quanto ao peso, altura, circunferência abdominal-quadril, glicemia de jejum, colesterol total e frações e triglicérides na visita inicial e após seis meses. Resultados: Cinqüenta e sete pacientes foram incluídos, 13 (22,8 por cento) pacientes não completaram o estudo. Quarenta e quatro pacientes completaram o estudo, dos quais 60 por cento homens, em média com 26,3 anos. Quarenta e três por cento dos pacientes tinham diagnóstico de esquizofrenia ao final do estudo. Houve aumento de peso e do IMC entre as visitas inicial e a final (p< 0,01). Em média os pacientes ganharam 10,1 por cento do peso basal (DP: 11,9). Oitenta e oito por cento das mulheres apresentavam a RCQ anormal na visita final, comparadas a 33 por cento na visita inicial (p< 0,01). Houve aumento estatisticamente significante nos níveis de colesterol total (p< 0,01), triglicérides (p< 0,05) e diminuição nos níveis de colesterol HDL (p< 0,05). Um paciente (2,3 por cento) desenvolveu diabetes mellitus durante o estudo e um paciente (2,3 por cento) apresentou glicemia de jejum alterada na visita final. Doze pacientes desenvolveram parâmetros alterados para síndrome metabólica e três pacientes chegaram a desenvolver a síndrome no período do estudo (p< 0,01). Conclusões: Os pacientes apresentaram ganho de peso e alteração do IMC, colesterol total, colesterol HDL e triglicérides entre as visitas inicial e final. Doze pacientes desenvolveram critérios de síndrome metabólica durante o estudo. o peso e perfil metabólico dos pacientes devem ser monitorados durante o tratamento. Medidas de prevenção do ganho de peso e síndrome metabólica devem ser adotadas nos serviços de saúde mental..
Palavra-chave Ganho de peso
Obesidade/metabolismo
Esquizofrenia
Idioma Português
Data de publicação 2005
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2005. 94 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 94 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/20924

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta