Rinossinusite em pacientes imunodeficientes primários: microbiologia de meato médio e tipificação molecular dos Haemophilus influenzae e Streptococcus pneumoniae

Rinossinusite em pacientes imunodeficientes primários: microbiologia de meato médio e tipificação molecular dos Haemophilus influenzae e Streptococcus pneumoniae

Título alternativo Rhinosinisitis in patients with primary immodeficiency: microbiology of the middle meatus and molecular tipify Haemophilus influenza and Streptococcus pneumoniae
Autor Carlini, Daniela Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Weckx, Luc Louis Maurice Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: pesquisar os microorganismos existentes na secreção aspirada de meato médio de pacientes com imunodeficiência primária e rinossinusite de repetição ou crônica, tipificar os Haemophilus influenzae e Streptococcus pneumoniae encontrados, e correlacionar os achados microbiológicos com o tipo de imunodeficiência. Método: pacientes com diagnóstico clínico e laboratorial de Imunodeficiência primária com quadro clínico de rinossinusite de repetição ou crônica submetidos à história clínica, exame físico otorrinolaringológico, avaliação da cavidade nasal por fibra óptica flexível e à coleta de secreção de meato(s) médio(s). O material foi semeado em meios apropriados e, as culturas observadas macroscopicamente sendo submetidas a testes de sensibilidade quando necessário. Os Haemophilus influenzae foram tipificados por PCR e Pulsed-field e os Streptococcus pneumoniae submetidos ao sorotipificação molecular. Resultados: nos 30 pacientes estudados, coletou-se 75 bactérias e foi observada maior freqüência de Haemophilus influenzae não b (39) não produtores de β-Iactamase, sendo que 22 foram confirmados por PCR e 8 com peso molecular diferentes entre si, seguida pelos Streptococcus pneumoniae (9) não resistentes à penicilina e 4 com sorotipos conhecidos e utilizados na vacina 23 valente, Staphilococcus aureus (8) e Moraxella catrrhallis (4). Conclusões: Os microorganismos encontrados nessa pesquisa são os mesmos encontrados nos indivíduos saudáveis com rinossinusite aguda. Os microorganismos encontrados apresentaram sensibilidade aos antibióticos testados. O Haemophilus influenzae não b confirmados pelo PCR e Streptococcus pneumoniae sorotipados foram os mais encontrados nos pacientes com deficiência de anticorpos. (AU)
Palavra-chave Rinite
Sinusite
Haemophilus influenzae
Streptococcus pneumoniae
Idioma Português
Data de publicação 2005
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2005. 76 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 76 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/20831

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta