Atividade dissacaridásica intestinal da esquistossomose mansônica: estudo evolutivo em camundongos com diferentes cargas de infestação

Atividade dissacaridásica intestinal da esquistossomose mansônica: estudo evolutivo em camundongos com diferentes cargas de infestação

Título alternativo Intestinal disaccharidase activity in schistosomiais mansoni: an evolutionary study of mice with different degrees of infestation
Autor Sadek, Maria da Gloria Aina Autor UNIFESP Google Scholar
Borges, Durval Rosa Autor UNIFESP Google Scholar
Miszputen, Sender Jankiel Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Schistosomiasis mansoni attacks a number of organs, of which the intestine and liver are the most affected. This analysis was undertaken in order to verify the degree to which the small intestine is attacked, in accordance with the intensity and duration of infestation by Schistosoma mansoni; it focused on the activity of disaccharidase lactase, saccharase and maltase in 112 mice, divided into 3 groups: group I, for control; group II, infested with 30 cercariae; and group III, infested with 60 cercariae. We observed a fall in lactase, saccharase and maltase activity in the small intestine, as a result of infestation by schistosomiasis, of the duration of infestation and of the interaction between the two. The ileum was the section showing greatest sensitivity to schistosomiasis, and its disaccharidases fell off right from the start of infestation. On the other hand, the jejunum only showed such alterations much later on, except as regards lactase. An increase in disaccharidase activity was detected in all groups as the age of the animals increased, but this was quantitatively lower in the infested animals. Infestation with 30 and 60 cercariae should he seen as of the same degree, as they produced similar reductions in disaccharidase activity.

A esquistossomose mansônica compromete vários órgãos, sendo o intestino e o fígado os mais agredidos. Com a intenção de verificar o comprometimento do intestino delgado, dependente da intensidade e do tempo de infecção pelo Schistosoma mansoni, analisou-se a atividade das dissacaridases lactase, sacarase e maltase em 112 camundongos, distribuídos em 3 grupos: grupo I controle, grupo II infestado com 30 cercárias, grupo III infestado com 60 cercárias. Observamos uma diminuição da atividade lactásica, sacarásica e maltásica do intestino delgado, decorrente da infestação esquistossomdtica, do tempo de infestação e da alteração entre ambos. O íleo é o segmento que demonstrou maior sensibilidade a esquistossomose, tendo uma diminuição das suas dissacaridases a partir da fase inicial de infestação. Opostamente, o jejuno só mais tardiamente mostra essas alterações, exceto em relação a lactase. Detectou-se um aumento da atividade dissacaridásica, inclusive para a lactase, em todos os grupos, com a evolução etária dos animais, quantitativamente menor nos infestados. Cargas de 30 e 60 cercárias devem ser consideradas de mesmo porte, pois produziram ledução semelhante na atividade dissacaridásica.
Palavra-chave Esquistossomose mansônica
Dissacaridases
Idioma Português
Data de publicação 1986-04-01
Publicado em SADEK, Maria da Gloria Aina; BORGES, Durval Rosa; MISZPUTEN, Sender Jankiel. Atividade dissacaridásica intestinal da esquistossomose mansônica: estudo evolutivo em camundongos com diferentes cargas de infestação. Rev. Inst. Med. trop. S. Paulo, São Paulo , v. 28, n. 2, p. 67-73, abr. 1986
ISSN 0036-4665 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Instituto de Medicina Tropical
Extensão 67-73
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0036-46651986000200001
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:A1986C847900001
SciELO S0036-46651986000200001 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/208

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0036-46651986000200001.pdf
Tamanho: 409.9KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta