Dieta palatável hiperlipídica modifica o metabolismo cerebral e do tecido adiposo de ratos, dependendo da idade e do tempo de tratamento

Dieta palatável hiperlipídica modifica o metabolismo cerebral e do tecido adiposo de ratos, dependendo da idade e do tempo de tratamento

Título alternativo Hyperlipidic palatable diet modify rats brain and adipose tissue metabolism, dependently from treatment duration and age of start
Autor Estadella, Debora Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Nascimento, Claudia Maria da Penha Oller do Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Demonstramos anteriormente que a ingestão contínua de dieta pala hiperlipídica (PL) ou de ciclos alternados de dieta padrão (C) com diet (dieta mista - M) induziram obesidade em ratos. No presente e: investigamos a relevância da idade do animal e da duração do tratamento essas dietas sobre: a adiposidade, o metabolismo da glicose cerebral adipócitos isolados, a expressão gênica da adiponectina e a quantidade receptores de leptina e insulina. Ratos Wistar machos receberam dietas C, PL ou M, durante 3 diferentes períodos: dos 30 aos 60; dos 30 aos 90 ou dos 60 aos 90 dias de vida. 0 ganho de peso corporal foi maior nos grupos PL30-90, PL60-90, M60-90 e M30-90, embora a ingestão calórica tenha diminuído nos grupos PL60-90, M60-90 e M30-90. 0 conteúdo de lipídios da carcaça aumentou em todos os grupos PL e M. Os grupos PL30-60, PL30-90, M30-60 e M30-90 apresentaram hiperglicemia, todos os grupos PL e os M60-90 e M30-90 apresentaram hiperleptinemia, e os grupos PL30-60, PL60-90, M60-90 e M30-90 hiperinsulinemia. 0 consumo cerebral basal de glicose e a quantidade receptor de insulina no hipotálamo diminuíram no grupo M30-60. A taxa lipogênese do cérebro aumentou nos grupos PL30-90 e M30-90. 0 diâmetro área e o volume dos adipócitos isolados do RET aumentaram nos grupos M, 30-60 e 30-90; e nos adipócitos do EPI nos grupos PL e M (30-9 concentração sérica de triglicerídeos foi maior em todos os animais tratados com dieta mista. Nesses grupos a taxa de incorporação de glicose em lipídeos nos adipócitos do RET estava elevada, assim como no EPI dos grupos P 90 e M60-90. Nos adipócitos do RET dos grupos 30-90 (PL e M), M60 M30-60 e nos do EPI dos grupos PL e M (30-90) e M60-90, observe elevação da taxa de oxidação de glicose em C02. A quantidade de receptor para leptina aumentou no RET dos grupos PL e M (30-60) e no EPI do M30-90. 0 presente estudo demonstrou que a ingestão de dieta PL ou M elevou a adiposidade independente do tempo e idade do tratamento. Entretanto, modificou o metabolismo dos adipócitos in vitro, dependente do depósito de gordura estudado, e o metabolismo de glicose no cérebro nos anil principalmente, quando tratados a partir dos 30 dias de vida. Além disso, ter efeito aterogênico por inibir a expressão gênica de adiponectina.
Palavra-chave Dieta
Cérebro/metabolismo
Lipídios
Ratos
Idioma Português
Data de publicação 2005
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2005. 112 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 112 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/20725

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta