Influência do tipo de parto sobre a concentração de imunoglobulinas A, G e M no colostro materno

Influência do tipo de parto sobre a concentração de imunoglobulinas A, G e M no colostro materno

Título alternativo Influence of type of delivery on A, G and M immunoglobulin concentration in maternal colostrum
Autor Striker, Gabriel A. J. Google Scholar
Casanova, Lucy D. Autor UNIFESP Google Scholar
Nagao-Dias, Aparecida Tiemi Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Federal do Ceará Faculdade de Farmácia Departamento de Análises Clínicas
Resumo OBJECTIVE: To investigate the association between type of delivery and immunoglobulin concentration in maternal colostrum. METHODS: We studied 82 women who were giving birth. Age was between 21 and 41 years, gestational age was 37 or more weeks and parity up to IV pregnancies. The women were in good nutritional condition and did not have any pregnancy or puerperium- associated diseases. The following aspects were also considered as inclusion criteria for the newborn: weight > 2,500 g, Apgar score > 7 in the first minute and exclusive breastfeeding until discharge from the nursery. The women were divided into three groups: A - vaginal delivery, B - caesarean section with labor and C - elective caesarean section. Colostrum was collected manually between 48 and 72h after delivery. Immunoglobulins were dosed using the ELISA technique. RESULTS: There were no differences between the three groups in terms of time of colostrum collection. The shorter the time of colostrum collection, the greater the concentration of immunoglobulin A. Primiparous women had higher concentrations of IgA and IgM in maternal colostrum than did multiparous women. The group submitted to caesarean section with labor had higher concentrations of IgA in maternal colostrum than did the normal delivery group. IgM and IgG concentrations in colostrum were not influenced by type of delivery. CONCLUSION: The occurrence of labor together with surgical stress induce higher IgA concentrations in the colostrum of women submitted to caesarean section with labor.

OBJETIVO: Verificar a influência do tipo de parto sobre a concentração das imunoglobulinas (Ig) A, G e M no colostro materno. MÉTODOS: Foram selecionadas 82 puérperas com idade cronológica entre 21 e 41 anos, idade gestacional de 37 ou mais semanas, paridade até IV gesta, bom estado nutricional e sem patologias associadas durante a gestação e o puerpério. Foram também critérios de inclusão para os recém-nascidos: peso > 2.500 g, escore de Apgar > 7 no primeiro minuto e aleitamento materno exclusivo durante o período da internação. As puérperas foram divididas em três grupos: A - parto vaginal; B - cesárea precedida de trabalho de parto; e C - cesárea eletiva. O colostro foi colhido manualmente entre 48 e 72 horas pós-parto. IgA, IgG e IgM foram dosadas pela técnica de ELISA RESULTADOS: Não se observou diferença significativa entre os tempos de coleta do colostro nos três grupos maternos estudados. Quanto menor o tempo de coleta, maior foi a concentração de IgA no colostro materno; quanto menor a paridade, maior foi a concentração de IgA e IgM no colostro materno. O grupo de puérperas submetidas a cesárea precedida de trabalho de parto apresentou concentração mais elevada de IgA no colostro do que o grupo de puérperas que havia dado à luz por parto normal. A concentração de IgM e IgG no colostro materno não foi influenciada pelo tipo de parto. CONCLUSÃO: A ocorrência do trabalho de parto, somada ao estresse cirúrgico, induz a uma concentração mais elevada de IgA no colostro materno na puérpera submetida a cesárea precedida de trabalho de parto.
Palavra-chave Delivery
immunoglobulin A
immunoglobulin G
immunoglobulin M
colostrum
Parto
imunoglobulina A
imunoglobulina G
imunoglobulina M
colostro
Idioma Português
Data de publicação 2004-04-01
Publicado em Jornal de Pediatria. Sociedade Brasileira de Pediatria, v. 80, n. 2, p. 123-128, 2004.
ISSN 0021-7557 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Pediatria
Extensão 123-128
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572004000200009
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0021-75572004000200009 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2068

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0021-75572004000200009.pdf
Tamanho: 225.9KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta