Identificação de genes candidatos determinantes da hipertensão arterial, utilizando o estudo de expressão gênica diferencial em linhagens de animais congênicos

Identificação de genes candidatos determinantes da hipertensão arterial, utilizando o estudo de expressão gênica diferencial em linhagens de animais congênicos

Título alternativo Use of rat congenic strains to identify candidate genes for mapped blood pressure QTL
Autor Aneas, Ivy Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Krieger, Jose Eduardo Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Hipertensão arterial é uma doença multifatorial e que representa um dos maiores obstáculos para a identificação das alterações gênicas específicas. Utilizando técnicas de total genome scan, identificamos a presença de 2 QTLs no cromossomo 2, associados à pressão arterial após sobrecarga salina, a partir do cruzamento entre a linhagem geneticamente hipertensa (SHR) e a normotensa Brown Norway (BN). Animais congênicos contendo um intervalo de 28,5 cM do cromossomo 2 (CH2C) foram desenvolvidos, utilizando retrocruzamentos e marcadores moleculares para fixar o respectivo segmento do genoma do rato BN no SHR. Medidas direta da pressão arterial em animais CH12C (n=22) demonstraram uma redução significativa de 20 mmHg na pressão sistólica basal quando comparado a linhagem parental SHR (n=22) (187,3 ± 2,3 vs. 167,7 ± 2,0'` mmHg, p<0.05). Várias estratégias foram utilizadas para a investigação de genes candidatos, mapeados no intervalo de interesse, cujo padrão de expressão renal apresentava-se diferenciado entre ratos machos, de 12 semanas de idade, das linhagens CH2Cc e SHRc. Foram localizados 15 genes diferenciais no intervalo de interesse de 9 cM confirmados por real time PCR: LOC 295235, Syt11, Tpm3, S100a10, LOC310681, Vdup1, Hmgcs2, Hao3, Unr, Slipr, SIc16a1, Cd53, Gstm1, Col11 a1, LOC295394. Utilizando valores de LOD score, selecionamos o gene VDUP1 (75 por cento aumentado no CH12C comparado ao SHR, p<0,05) como um potencial gene candidato à hipertensão arterial. A análise estrutural e a comparação de seqüências entre diferentes linhagens permitiram a identificação de dois polimorfismos na região promotora do gene. O SHR possui a inserção de um G na posição - 622 e de um A na posição - 676 do início da tradução (+1). A investigação in vitro, através de ensaios de gene reporter, confirmou a hipótese de que pelo menos um destes polimorfismos influencia o controle de expressão do VDUP1. Ainda, a seqüência CGA apresentou alteração no padrão de interação com proteínas renais nucleares, sendo consistente ao observado. Em conjunto, estes resultados demonstram que a redução da pressão arterial, após a troca de um fragmento cromossômico, entre as linhagens SHR e BN, confirma a hipótese testada de que a região C do cromossomo 2 contribui para a determinação da hipertensão arterial neste modelo de hipertensão espontânea em ratos (SHR). Dos 15 genes identificados, apenas um, o VDUP1, foi investigado e apresenta alterações estruturais capazes de influenciar a atividade promotora e deverá ser estudado em maior detalhe para avaliar se a modificação da expressão deste gene pode isoladamente influenciar a pressão arterial do SHR.
Palavra-chave Hipertensão
Locos de características quantitativas
Ligação genética
Idioma Português
Data de publicação 2005
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2005. 177 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 177 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/20656

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta