Saúde e educação: estudo a partir de uma prática no curso de enfermagem da UNIFESP

Saúde e educação: estudo a partir de uma prática no curso de enfermagem da UNIFESP

Título alternativo Health and education: an study of a health action practice developed by the UNIFESP nursing course
Autor Fonseca, Maria Fernanda Batista Coelho da Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Batista, Sylvia Helena Souza da Silva Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Ensino em Ciências da Saúde – São Paulo
Resumo A presente pesquisa origina-se da participação em uma prática de ação de saúde desenvolvida pelos graduandos em enfermagem da UNIFESP, em ambientes escolares. O objetivo geral deste estudo foi analisar as concepções de professores, graduandos do Curso de Enfermagem e Coordenadores Pedagógicos envolvidos numa prática que articula Universidade e Escola Básica. No campo do referencial teórico adotado, privilegiou-se um diálogo com as orientações curriculares da Educação Básica e com as Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Superior em Saúde, procurando-se também construir uma concepção conceitual sobre Educação em Saúde. A pesquisa foi realizada tendo como cenário a disciplina Curricular de Enfermagem Pediátrica – Enfermagem em Saúde da Criança e do Adolescente I, do Curso de Enfermagem da Universidade Federal de São Paulo. A metodologia abrangeu como sujeitos 03 professores enfermeiros responsáveis pela disciplina, 23 graduandos da 3ª série do Curso de Enfermagem na UNIFESP e 06 Coordenadores Pedagógicos de escolas públicas envolvidas nas atividades. O processo de coleta de dados compreendeu a realização de entrevistas semiestruturadas com professores e coordenadores pedagógicos, além da aplicação de questionários aos discentes. O processo de análise de dados, orientado pelos objetivos assumidos, buscou apreender significados tendo como referência a análise temática. A discussão dos resultados obtidos permite destacar que as concepções de saúde apresentam fortes traços de transição entre um olhar ainda centrado na ausência de doenças e uma perspectiva que compreende saúde como processo biológico, histórico, cultural e socialmente condicionado. A mesma percepção se evidencia em relação às concepções de educação; esta é entendida como uma construção em dimensão processual e com abrangência social, mas também emergem óticas centradas no atendimento às necessidades das crianças. No campo das expectativas e contribuições da experiência realçam-se as ênfases no objetivo de conhecer o desenvolvimento da criança e ampliar os espaços de inserção do enfermeiro, bem como na possibilidade de criar na escola um espaço de promoção da saúde, estabelecendo relações de troca e ajuda entre profissionais da educação e da saúde. As dificuldades parecem residir no âmbito institucional (estrutura curricular, carga horária disponível) e no âmbito do espaço escolar (organização do trabalho, resistência dos profissionais), reconhecendo-se a necessidade de um trabalho mais articulado. As análises empreendidas permitem configurar uma compreensão de que as relações entre Universidade e Escola Básica apresentam-se com grande potencial de mobilização e parceria, emergindo como uma via de mão dupla: campo de estágio (relação teoria e prática) e cenário pedagógico diferenciado.

The present study resulted from our participation in a heath action program developed in an education institute by Nursing undergraduate students at UNIFESP. Its general aim was to analyze the conceptions shared by Nursing undergraduate students and pedagogic coordinators in a program involving the University and Elementary Schools. In the theoretical field adopted, the main focus was put on the examination of the curricular guidance to basic education and the National Curricular Guidance to health teaching in college, also attempting to evidence the conceptions about health education. The study was carried out having as scenario the discipline of Pediatric Nursing − Nursing in Children and Adolescents’ Health I − included in the Nursing Course of the Federal University of São Paulo. The methodology included as subjects 3 Nurse Teachers responsible for this discipline, 23 undergraduates in the 3rd period of the Nursing Course of UNIFESP and 6 Pedagogic Coordinators of public schools involved in the program. Data collection was performed through semistructured interviews with teachers and pedagogic coordinators as well as questionnaires applied to the undergraduates. The analysis process guided by the adopted aims attempted to evidence the meanings conceived by the participants in a thematic analysis. The discussion of the results allow to highlight that the health conceptions showed marked aspects characteristic of a transition from a view of health as the absence of disease to one in which heath is regarded as a biological, historical and cultural process conditioned by a sociological aspect. The same perception is evidenced with regard education, which is viewed as an institution in building process and having a social role, but some views focusing the child’s needs came up. In the realm of expectations and contributions the highlights are the requirement for knowledge about child’s development, the widening of nurses’ activities and the introduction of school facilities for health promotion, so establishing exchange and mutual help between teaching and health staffs. Difficulties seem to be in the curricular (structure and available teaching time load) and professional ( work organization, acceptance by teaching staff) fields, where it is acknowledge the need for a better integration work. The analysis carried out indicate that the relationship between University and Elementary School have a large potential of mobilization and partnership emerging as a 2-way road: training field (where theory is put against practice) and enhanced pedagogic environment.
Palavra-chave Saúde
Educação em Saúde
Universidades
Idioma Português
Data de publicação 2005
Publicado em FONSECA, Maria Fernanda Batista Coelho da. Saúde e Educação: estudo a partir de uma prática no Curso de Enfermagem da UNIFESP. 2005. 110 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino em Ciências da Saúde) – Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, 2005.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 104 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/20652

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Tese-9265.pdf
Tamanho: 453.7KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta