Estudo de fidedignidade inter-avaliadores de uma escala para a avaliação da interação mãe-bebê

Estudo de fidedignidade inter-avaliadores de uma escala para a avaliação da interação mãe-bebê

Título alternativo An inter-rater reliability study of a scale to assess mother-infant interaction
Estudio de confiabilidad inter-evaluadores de una escala para la evaluación de la interacción madre-bebé
Autor Scappaticci, Anne Lise Sandoval Silveira Autor UNIFESP Google Scholar
Iacoponi, Eduardo Google Scholar
Blay, Sergio Luis Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Institute of Psychiatry Health Services Research Department
Resumo OBJECTIVE: To develop a study to assess the inter-rater reliability of a modified version of Brown's scale designed to investigate early mother-child interaction. METHOD: Fourteen postpartum women and their newborn babies took part in this study. The tape-recorded observations lasted 15 minutes, and they were performed on the second day after birth, during breast-feeding. In a successive and isolated moment, two evaluators scored each item of the interaction established between the mother and the newborn. In order to do so, a modified version of the scale of Brown and collaborators (1975), was used and submitted to a reliability study. RESULTS: Nine out of ten items of the modified scale revealed an excellent inter-rater agreement: The Kappa coefficient was 0.85 or higher. Only one item showed a moderate degree of agreement = 0.59, concerning mother holds the baby. The results show that the modified scale is stable if used in a hospital setting for low-income mothers. CONCLUSIONS: The conclusion of this study indicates that categories are a reliable parameter to evaluate mother-baby interaction.

OBJETIVO: Realizar un estudio de concordancia entre examinadores de la versión adaptada de una escala para la evaluación de la interacción madre-bebé (Brown y colaboradores - 1975). MÉTODO: catorce parturientas y sus recién nacidos participaron de este estudio. Las observaciones, que duraban quince minutos, fueron filmadas en la maternidad en el segundo día después del nacimiento del bebé, durante la amamentación. En un momento sucesivo e isoladamente, dos evaluadores atribuyeron escores para cada iten de interacción establecida entre la madre y el recién nacido. Para tal fin, fue utilizada y submetida al estudio de confiabilidad una versión adaptada de la escala de Browun y colaboradores (1975). RESULTADOS: nueve entre diez itens pertenecientes a la escala adaptada del estudio de Brown y colaboradores (1975) revelaron una concordancia excelente, el coeficiente Kappa arriba de 0,85. El único iten que presentó una concordancia moderada (K=0,59) fue madre agarra el bebé . Los resultados obtenidos indican la estabilidad de la escala adaptada y aplicada en ambiente hospitalar destinado a las madres de baja renta. CONCLUSIONES: los datos resultantes de este estudio indican que la utilización de las categorías es un parámetro fidedigno en la evaluación de la interacción madre-bebé.

OBJETIVO: Realizar um estudo de concordância entre examinadores da versão adaptada de uma escala para a avaliação de interação mãe-bebê (Brown e colaboradores - 1975) MÉTODO: Quatorze puérperas e seus recém-nascidos participaram deste estudo. As observações, que duravam quinze minutos, foram filmadas na maternidade no segundo dia após o nascimento do bebê, durante a amamentação. Num momento sucessivo e isoladamente, dois avaliadores atribuíram escores para cada item de interação estabelecida entre a mãe e o recém nascido. Para tal fim, foi utilizada e submetida ao estudo de fidedignidade uma versão adaptada da escala de Brown e colaboradores.³ (1975). RESULTADOS: Nove entre os dez itens pertencentes à escala adaptada do estudo de Brown e colaboradores³ (1975) revelaram uma concordância excelente, o coeficiente Kappa acima de 0,85. O único item que apresentou uma concordância moderada (K= 0,59) foi 'mãe segura o bebê'.Os resultados obtidos indicam a estabilidade da escala adaptada e aplicada em ambiente hospitalar destinado às mães de baixa renda. CONCLUSÕES: Os dados trazidos por este estudo indicam que a utilização das categorias é um parâmetro fidedigno na avaliação da interação mãe-bebê.
Palavra-chave Reliability
scale
mother
baby
interaction
Fidedignidade
escala
mãe
bebê
interação
Idioma Português
Data de publicação 2004-04-01
Publicado em Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul. Sociedade de Psiquiatria do Rio Grande do Sul, v. 26, n. 1, p. 39-46, 2004.
ISSN 0101-8108 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade de Psiquiatria do Rio Grande do Sul
Extensão 39-46
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0101-81082004000100006
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0101-81082004000100006 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2065

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0101-81082004000100006.pdf
Tamanho: 29.77KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta