Oxigenoterapia hiperbárica em lesões actinicas de vesícula urinária de ratas: estudo histológico e histoquímico

Oxigenoterapia hiperbárica em lesões actinicas de vesícula urinária de ratas: estudo histológico e histoquímico

Título alternativo Hyperbaric oxygen treatment on radiation injuries in bladder of rats: histological and histochemical study
Autor Oliveira, Tânia Cilja Scheid Rodrigues de Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Gomes, Paulo de Oliveira Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Ciência cirúrgica interdisciplinar
Resumo Objetivo: avaliar os efeitos da oxigeoterapia hiperbárica em lesões actínicas de vesícula urinária de ratas submetidas a radiação ionizante. Método: foram utilizadas 38 ratas adultas distribuídas aleatoriamente em quatro grupos: Grupo I (controle), Grupo II (radioterapia), Grupo II (oxigenioterapia hiperbárica) e Grupo IV (radioterapia e oxigenioterapia hiperbárica).O Grupo I foi submetido à exérese de vesícula urinária e eutanásia. O Grupo II foi submetido a cinco sessões de oxigenoterapia hiperbárica a 3 ATA, e após três dias, exérese de vesícula urinária e eutanásia. No Grupo III foram realizadas oito sessões de 5 Gy de radioterapia, e após sete dias, procedimento igual a o grupo I. O grupo IV constou de oito sessões de radioterapia, intervalo de sete dias e posterior oxigenoterapia hiperbárica, por cinco dias e procedimento igual ao Grupo I. As vesículas urinárias foram enviadas para estudo histológico e histoquímico. Os critérios de avaliação histopatológicos foram: necrose da mucosa, vacuolização epitelial, necrose e atrofia da mucosa, fibrose de submucosa e alterações vasculares. Para estudo histoquímico foi utilizado a coloração de AgNORs e a contagem dos NORs. Resultado: não houve diferença histológica entre os grupos. As médias de NORs encontradas foram: GI:2,1; GII:1,7; GIII:2,22 e GIV:2,21. Houve diferença significativa do número de NORs no grupo radioterapia quando comparado aos demais grupos. Conclusão: a radioterapia reduz a quantidade de NORs do núcleo das células, a oxigenoterapia hiperbárica provoca recuperação do número de NORs sendo adequado o uso do AgNOR como método de avaliação dos efeitos da radioterapia e oxigenoterapia hiperbárica no epitélio vesical de ratos fêmeas.

Objective: avaiable the effects of the hiperbaric oxygen therapy in actinical bladder injury in female rats submitted to radiadion. Method: It was chosen 38 female rats distribuited in 4 random groups: Group I (control), Group II (radiotherapy), Group III (oxygen therapy) and Group IV (radiotherapy and hiperbaric oxygen therapy). The Group I it was submitted to bladder excise and euthanasia. The Group II it was submitted to 5 exposures to 3 ATA for 90 minutes and after 3 days surgery and euthanasia. The group III it was submitted to 8 exposures of 5 Gy each reaching a total dose of 54 Gy in bladder and after 7 days, surgery and euthanasia. The group IV it was submitted to 8 sessions of radiotherapy then hiperbaric oxygenation for 5 days and after surgery and euthanasia. The bladder species were studied by hysthologic morphology and histhochemical study. The hystologic morphologi standard it was: mucosal necrosis, epithelial vacuolization, necrosis and atrophi of mucosa, submucosal fibrosis and vascular changes. For histhochemical study to employed the AgNOR coloration and respective score of NORs. Results: There was not difference in hysthological study among the groups. The mean of NORs score it was: G I :2,1; GII: 1,7; GIII: 2,22: GIV: 2,21. There was appeared significant diference in the number of NORs in the Group II when comparable with another groups. Conclusion: the radiotherapy decrase the number of NORs, the hiperbaric oxygen therapy recovery the number of NORs and is suitable the use of AgNOR to avaiable to effects of radiation and hiperbaric oxygen therapy in the bladder of female rats.
Palavra-chave Oxigenação hiperbárica
Região organizadora do nucléolo
Vesícula/etiologia
Ratos
Idioma Português
Data de publicação 2004
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2004. 56 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 56 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/20381

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta