O efeito do uso do medicamento na avaliação de processamento auditivo em indivíduos com transtorno do deficit de atenção/hiperatividade

O efeito do uso do medicamento na avaliação de processamento auditivo em indivíduos com transtorno do deficit de atenção/hiperatividade

Título alternativo The effect of medication use in auditory processing assessment in subjects with attention deficit hyperactivity disorder
Autor Cavadas, Marcia Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Pereira, Liliane Desgualdo Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: O objetivo deste trabalho é verificar o efeito do uso do medicamento no desempenho de crianças e adolescentes nos testes comportamentais padronizados de Avaliação de Processamento: testes de memória seqüencial verbal e não-verbal e teste de localização sonora; Índice percentual de reconhecimento de fala, teste de fala com ruído e teste SSW nas condições não competitivas, competitivas e total de acertos, nas ocasiões pré e pós a administração de medicamento para a terapêutica farmacológica do Transtorno do Déficit de Atenção/Hiperatividade. Ainda, comparar o comportamento auditivo avaliado para o grupo com Transtorno do Déficit de Atenção/Hiperatividade pré e pós-medicação com o de outros grupos sem déficit de atenção pré e pós um intervalo de tempo. Métodos: Participaram deste estudo 29 indivíduos com TDAH na faixa etária de 7 a 15 anos, dos gêneros feminino e masculino. Este grupo foi denominado de Grupo com Déficit de Atenção (GDA). Um grupo de comparação constituído por 29 indivíduos sem TDAH foi formado e denominado de Grupo Sem Déficit de Atenção e (GS). Este grupo foi subdividido considerando-se a fixação da variável ausência de TDAH, e separando-se as variáveis com e sem possíveis problemas de comunicação elou auditivas formando os grupos GS1 e GS2 respectivamente. Foram utilizados testes comportamentais padronizados da avaliação do Processamento Auditivo. Os resultados obtidos foram estudados quanto aos acertos nas ocasiões pré e pós a administração de medicamento para a terapêutica farmacológica do Transtorno do Déficit de Atenção/Hiperatividade. Também foi realizada uma comparação do comportamento auditivo estudado no grupo com Transtorno do Déficit de Atenção/Hiperatividade pré e pós-medicação e os dois grupos sem déficit de atenção pré e pós um intervalo de tempo. Escolheu-se o teste SSW para ser aplicado duas vezes numa mesma sessão nas duas ocasiões de testagem. Resultados: O grupo com déficit de atenção (GDA) apresentou bom desempenho nos testes de processamento auditivo e seus resultados ficaram ainda melhores na ocasião pósmedicação. O grupo sem déficit de atenção e com problemas de aprendizagem (GS1) apresentou o pior desempenho nos testes de processamento auditivo e o grupo sem déficit de atenção e sem problemas de aprendizagem (GS2) foi o que apresentou o melhor desempenho. Conclusões: O medicamento provoca um efeito nos resultados dos testes de Processamento Auditivo, visto que o desempenho nos testes realizados na ocasião pós-medicação foi superior do que na ocasião pré-medicação no grupo de crianças e adolescentes com Transtorno do Déficit de Atenção/Hiperatividade
Palavra-chave Percepção auditiva
Transtornos da Percepção Auditiva
Atenção
Transtornos da falta de atenção com hiperatividade
Preparações Farmacêuticas
Idioma Português
Data de publicação 2004
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2004. 168 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 168 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/20328

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta