Prevalência de polineuropatia sensitivo-motora nos pés no momento do diagnóstico do diabetes mellitus no agreste de Pernambuco

Prevalência de polineuropatia sensitivo-motora nos pés no momento do diagnóstico do diabetes mellitus no agreste de Pernambuco

Título alternativo Prevalence of sensitive-motor polineuropathy on the feet at the moment of diagnosis of diabetes mellitus in rural southern of Pernambuco
Autor Lira, Jorge Ricardo de Souza Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Poli de Figueiredo, Luiz Francisco Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Contexto: O diagnóstico precoce da neuropatia é essencial para a adoção de medidas preventivas que reduzirão o número de amputações em pacientes diabéticos tipo 2. Objetivo: Determinar a prevalência de polineuropatia sensitivo-motora distal em adultos, no momento do diagnóstico de diabetes mellitus tipo 2. Tipo de estudo: transversal, descritivo, de prevalência. Local: Hospital Regional de Garanhuns. Garanhuns - Pernambuco Amostra: 113 pacientes, sendo 70 (61,9 por cento) mulheres e 43 (38,1 por cento) homens, com idade entre 40 e 65 anos. Variáveis: Polineuropatia sensitivo-motora, reflexo aquileo, sensibilidade vibratória e sensibilidade tátil. Método estatístico: Aplicado em 113 pacientes dos quais, 29 com neuropatia. Análise estatística: Descritiva da distribuição de freqüências absolutas e relativas, média desvio padrão e mediana. Utilizou-se o teste t de student para duas médias e teste do Qui quadrado para análise de contingência com (a= 0,05). Resultados: As glicemias variaram entre 126mg/dL e 440mgldL, com média de 188,1 mg/dL(DP65,5). Detectou-se neuropatia em 29 pacientes, correspondendo à prevalência de 25,7 por cento (IC 95 por cento 18,25 a 34,31). 79,3 por cento (23/29) pacientes tinham arreflexia aquiliana, 41,4 por cento (12/29) hipopalestesia e 27,6 por cento (8/29) ausência de sensibilidade táctil podálica. Houve 34,5 por cento (10/29) casos com mais de uma alteração neurológica. Conclusão: A prevalência de neuropatia diabética no momento do diagnóstico do DM no agreste de Pernambuco é três vezes maior do que a média mundial.
Palavra-chave Diabetes mellitus
Neuropatias diabéticas
Testes neuropsicológicos
Idioma Português
Data de publicação 2004
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2004. 62 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 62 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/20216

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta