Avaliação da prevalência de colonização fecal por enterococcus resistente a vancomicina em transplantados renais

Avaliação da prevalência de colonização fecal por enterococcus resistente a vancomicina em transplantados renais

Título alternativo Evaluation of the prevalence of vancomycin resistent Enterococcus fecal colonization in kidney transplant recipients
Autor Freitas, Maria Cecília de Santos Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Pacheco-Silva, Alvaro Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Avaliar a prevalência e os fatores de risco relacionados à colonização fecal por Enterococcus resistente à vancomicina (ERV) em pacientes transplantados renais. Métodos: Coleta de duas amostras de fezes com intervalo de uma semana, de pacientes transplantados renais de três grupos diferentes divididos pelo tempo de transplante. Análise de coprocultura para identificação de pacientes colonizados por ERV. Resultados: A prevalência de colonização fecal por ERV foi de 13,57 por cento (38 pacientes colonizados em 280 pacientes estudados). O grupo 1, incluindo pacientes com menos de 30 dias de transplante teve prevalência de 13,7 por cento, o grupo 2 com pacientes entre 1 e 6 meses de transplante teve prevalência de 15,1 por cento, e o grupo 3 incluindo pacientes com mais de 6 meses de transplante teve prevalência de colonização fecal por ERV de 12,4 por cento. A espécie mais freqüentemente encontrada foi Egallinarum em 11 pacientes (28,9 por cento), E.faecium foi a segunda espécie mais freqüente, 10 pacientes (26,3 por cento). Na análise multivariada dos dados, vancomicina teve associação estatisticamente significante com a colonização fecal por ERV, P=0,016. Conclusões: Foi encontrada uma alta prevalência de colonização fecal por ERV nos pacientes transplantados renais ambulatoriais; A prevalência de colonização fecal por ERV não aumentou com o tempo de transplante; A imunossupressão não parece estar diretamente relacionada a colonização fecal por ERV; Houve uma alta prevalência de Egallinarum; O uso prévio de vancomicina foi estatisticamente relacionado a colonização fecal por ERV em pacientes transplantados renais
Palavra-chave Transplante de Rim
Prevalência
Distribuição Espacial da População
Enterococcus
Vancomicina
Idioma Português
Data de publicação 2004
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2004. 87 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 87 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/20144

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta