Prevalência de sobrepeso e obesidade entre escolares da rede pública segundo três critérios de diagnóstico antropométrico

Prevalência de sobrepeso e obesidade entre escolares da rede pública segundo três critérios de diagnóstico antropométrico

Título alternativo Prevalence of overweight and obesity in public school pupils according to three anthropometric diagnostic criteria
Autor Sotelo, Yêda de Oliveira Marcondes Autor UNIFESP Google Scholar
Colugnati, Fernando Antonio Basile Autor UNIFESP Google Scholar
Taddei, Jose Augusto de Aguiar Carrazedo Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo To compare the prevalence of child obesity according to three criteria, a cross-sectional study was performed with 6-to-11-year-old children in eight elementary public schools in the city of São Paulo. Z scores for weight-for-height (W/H) and body mass index (BMI) were calculated from the weight and height variables. Prevalence rates for overweight in males, according to Must, Cole, and WHO criteria, were 10.92%, 10.29%, and 11.94%, respectively, and for obesity 8.17%, 13.67%, and 10.29%. For females, prevalence rates for overweight according to Must, Cole, and WHO criteria were 13.51%, 13.83%, and 13.67%, respectively, and for obesity 8.25%, 16.50%, and 11.73%. The study analyzes the variations in obesity estimates based on different criteria, highlighting the need for clinical and population studies to support the development of a single criterion. Such studies, in addition to identifying individuals with a higher probability of excess body fat, could also correlate body fat to risk of illness and death (similar to the 25 and 30 BMI cutoff points in adults).

Com objetivo de comparar a prevalência de obesidade infantil segundo três critérios antropométricos, foi realizado estudo transversal em oito escolas públicas estaduais na cidade de São Paulo, com crianças entre 6 e 11 anos de idade. Com base nas variáveis peso e altura, calculou-se o escore Z de P/E e o IMC. As prevalências de sobrepeso para o sexo masculino pelos critérios de Cole, Must e OMS foram de 10,92%, 10,29% e 11,94%, respectivamente, e para obesidade 8,17%, 13,67% e 10,29%. Para o sexo feminino, as prevalências de sobrepeso pelos critérios de Cole, Must e OMS foram de 13,51%, 13,83% e 13,67%, respectivamente, e para obesidade 8,25%, 16,50% e 11,73%. As variações nas estimativas de obesidade, se considerarmos os diferentes critérios, ressalta a necessidade de estudos populacionais e clínicos que orientem critério único, que além de identificar os indivíduos com maior probabilidade de excesso de gordura corporal, correlacione isto ao risco de adoecer e morrer, como ocorre com os pontos de corte 25 e 30 do IMC em adultos.
Palavra-chave Students
Anthropometry
Nutritional Status
Obesity
Estudantes
Antropometria
Estado Nutricional
Obesidade
Idioma Português
Data de publicação 2004-02-01
Publicado em Cadernos de Saúde Pública. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz, v. 20, n. 1, p. 233-240, 2004.
ISSN 0102-311X (Sherpa/Romeo)
Publicador Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Extensão 233-240
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2004000100040
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0102-311X2004000100040 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2013

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-311X2004000100040.pdf
Tamanho: 132.3KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta