Padronização técnica do exame de salivograma radionuclear para o Serviço de Medicina Nuclear da Universidade Federal de São Paulo

Padronização técnica do exame de salivograma radionuclear para o Serviço de Medicina Nuclear da Universidade Federal de São Paulo

Título alternativo Technical padronization of the salivogram exam of the nuclear medicina of Universidade Federal de São Paulo
Autor Souza, Luciana Albuquerque de Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Lederman, Henrique Manoel Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Medicina (Radiologia Clínica) - São Paulo
Resumo Objetivo: padronizar a técnica do exame de salivograma radionuclear para ser aplicada no Serviço de Medicina Nuclear da Universidade Federal de São Paulo – Escola Paulista de Medicina. Métodos: 12 pacientes de 14 a 42 anos de idade, de ambos sexos, portadores de deficiência mental de grau severo a profundo, com suspeita de aspiração pulmonar, foram submetidos ao exame em dois momentos usando estanho coloidal marcado com 99mTc. No primeiro momento, a dose foi 1 mCi, no volume de 1,0 ml e no segundo momento (24 horas após o primeiro), a dose foi 2,5 mCi em 10,0 ml. O equipamento usado foi a gama câmara Elscint Apex SPX4 de uma cabeça detectora. O protocolo de aquisição das imagens consistiu na obtenção de imagens dinâmicas de duas imagens por segundo no primeiro minuto, uma a cada 30 segundos por 10 minutos, cinco imagens por um minuto após 30 minutos e mais cinco por um minuto após 1 hora, o campo de visão incluiu desde a boca até o estômago. O radiotraçador foi colocado na boca dos pacientes, permitindo que se misturasse com as secreções orais. Os pacientes foram posicionados deitados com projeção em oblíqua anterior direita. A interpretação dos resultados foi realizada por dois observadores independentes e um terceiro na dúvida do resultado. O teste exato de Fisher foi empregado para comparação dos dois momentos do exame. Resultados: 16,7% dos pacientes apresentaram resultado presente para aspiração pulmonar no salivograma do primeiro momento, 41,7% no salivograma do segundo momento e 8,3% para ambos momentos; 50,0% apresentaram resultado ausente para aspiração pulmonar para os dois momentos do exame. Pelo teste exato de Fisher, pode-se comprovar estatisticamente que a relação entre os dois momentos do salivograma é não-significante. Conclusão: concluiu-se que, para o exame de salivograma radionuclear no serviço de Medicina Nuclear do Departamento de Diagnóstico por Imagem da Universidade Federal de São Paulo, o fármaco utilizado é o estanho coloidal marcado com 99mTc na dose de 1 mCi, no volume de 1,0 ml (primeiro momento do exame realizado).

Purpose: Make a pattern for the radionuclide salivagram (RS) tecnique to introduce in the Nuclear Medical Service of the Universidade Federal de São Paulo - Escola Paulista de Medicina Methods: 12 patients from 14 to 42 years old, from both sex, which has mental deficiency from severe to profound levels being suspicious of pulmonary aspiration , were subjected to the exam at two instances using sulfur colloid 99mTc. At the first time the dose was 1mCi, with a 1,0 volume and at the second time (24hours after the first one), the dose was 2,5mCi in 10,0 ml. The equipment that was used was the gama camara Elscint Apex SPX4 of a detecting head. The protocol of the captured images consisted in the dinamic images of 2 images per second in the first minute, one every 30 seconds for 10 minutes, 5 images per minute after 30 minutes and 5 more images for a minute after one hour. The visual field is from the mouth to the stomach. The radiotracer was put at the patients mouth, allowing it to be mixed with the oral secretions. The patients were laid down with projections in the upper right position. The interpretation from the results were made by two independents observers and one other observer in case there were any doubts. It was used an exact Fischer test for comparison of both instances of the exam. Results: 16,7% of the patients showed positive results for the pulmonary aspiration at the RS at the first moment, 41,7% at the second moment and 8,3% on both moments; 50 % did not show any results for the pulmonary aspiration on both moments of the exam. By the exact Fisher test, we may conclude that statistically the relation between both moments of the RS isn't significant. Conclusion: we concluded that the pattern of radionuclide salivagram exam in the Nuclear Medical Department of Diagnostics by Images of the Universidade Federal de São Paulo is the first moment of the exam.
Palavra-chave Salivograma
Técnica
Aspiração
Idioma Português
Data de publicação 2004
Publicado em SOUZA, Luciana Albuquerque de. Padronização técnica do exame de salivograma radionuclear para o Serviço de Medicina Nuclear da Universidade Federal de São Paulo. 2004. 39 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) – Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2004.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 34 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/20108

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Tese-8726.pdf
Tamanho: 2.130MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta