Tradução, adaptação cultural e validação do instrumento de avaliação de qualidade de vida para pacientes renais crônicos em programa dialítico-Kidney Disease and Quality of Life - Short Form (KDQOL-SFTM1.3)

Tradução, adaptação cultural e validação do instrumento de avaliação de qualidade de vida para pacientes renais crônicos em programa dialítico-Kidney Disease and Quality of Life - Short Form (KDQOL-SFTM1.3)

Título alternativo Translation, cultural adaptation and validation of the quality of life assessment instrument for chronic renal p-atients, in dialysis treatment - Kidney Disease and Quality of Life - Short Form (KDQOL-SFTM)
Autor Duarte, Priscila Silveira Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Sesso, Ricardo de Castro Cintra Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Realizar a tradução para o português, a adaptação cultural e a validação do questionário Kidney Disease Quality of Life Short Form - KDQOL-SFTM 1.3 no Brasil. Métodos: 0 KDQOL-SF foi traduzido da versão original (Inglês) para a língua portuguesa por tradutores especializados e aplicado a 30 pacientes com insuficiência renal crônica terminal em tratamento dialítico. As dificuldades de compreensão do questionário pelos pacientes foram avaliadas por um painel de especialistas para se obter a adaptação cultural. Após esse processo, a versão definida em português foi traduzida para o original (Back-translation). As propriedades de medida do instrumento, como a reprodutibilidade e a validade, foram avaliadas em 94 pacientes que realizam diálise. Para avaliação da validade foram administrados os questionários Nothingham Healh Profile - NHP, o Karnofsky Performance Scale - KPS e o Kidney Disease Quesfonnaire - KDQ. Resultados: Algumas atividades físicas que compõem o questionário original foram consideradas incompatíveis com as atividades realizadas habitualmente pela população, brasileira e substituídas. Foram modificadas expressões da tradução, por termos sugeridos pelos pacientes e especialistas e a explicação de cinco itens foi colocada entre parênteses para facilitar a compreensão. Os valores médios para cada um dos componentes do questionário KDQOL-SF para o português se situaram entre 60 e 70, sendo que os componentes "Suporte social" e "Estimulo por parte da equipe de diálise" alcançaram os maiores escores. A confiabilidade foi avaliada pela reprodutibilidade intra e inter-observador foi estatisticamente significante para os 19 componentes do KDQOL-SF (p<0,001), variando de 0,4916 á)0,9363 e de 0,3365 a 0,9940, respectivamente, quando avaliada pelo coeficiente de correlação lntraclasse e pelo coeficiente alpha de Cronbach's que foi superior a 0,80 para a maioria dos componentes. 0 questionário provou ser válido, quando comparado a outros questionários pelo coeficiente de correlação de Pearson; foi estatísticamente significante entre a maioria dos componentes do KDQOL-SF e os componentes do NHP, KPS e KDQ, e entre os próprios componentes do KDQOL-SF. Conclusões: A versão para o português do KDQOL-SF demonstrou ser reprodutível e válida para a avaliação da qualidade de vida de pacientes brasileiros com doença renal
Palavra-chave Qualidade de Vida
Insuficiência Renal Crônica
Tradução
Questionários
Quality of life
Kidney failure, chronic
Translating
Questionnaires
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 172 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 172 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/20065

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta