Tradução, adaptação cultural e validação do instrumento de avaliação de qualidade de vida para pacientes renais crônicos em programa dialítico-Kidney Disease and Quality of Life - Short Form (KDQOL-SFTM1.3)

Tradução, adaptação cultural e validação do instrumento de avaliação de qualidade de vida para pacientes renais crônicos em programa dialítico-Kidney Disease and Quality of Life - Short Form (KDQOL-SFTM1.3)

Título alternativo Translation, cultural adaptation and validation of the quality of life assessment instrument for chronic renal p-atients, in dialysis treatment - Kidney Disease and Quality of Life - Short Form (KDQOL-SFTM)
Autor Duarte, Priscila Silveira Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Sesso, Ricardo de Castro Cintra Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Realizar a tradução para o português, a adaptação cultural e a validação do questionário Kidney Disease Quality of Life Short Form - KDQOL-SFTM 1.3 no Brasil. Métodos: 0 KDQOL-SF foi traduzido da versão original (Inglês) para a língua portuguesa por tradutores especializados e aplicado a 30 pacientes com insuficiência renal crônica terminal em tratamento dialítico. As dificuldades de compreensão do questionário pelos pacientes foram avaliadas por um painel de especialistas para se obter a adaptação cultural. Após esse processo, a versão definida em português foi traduzida para o original (Back-translation). As propriedades de medida do instrumento, como a reprodutibilidade e a validade, foram avaliadas em 94 pacientes que realizam diálise. Para avaliação da validade foram administrados os questionários Nothingham Healh Profile - NHP, o Karnofsky Performance Scale - KPS e o Kidney Disease Quesfonnaire - KDQ. Resultados: Algumas atividades físicas que compõem o questionário original foram consideradas incompatíveis com as atividades realizadas habitualmente pela população, brasileira e substituídas. Foram modificadas expressões da tradução, por termos sugeridos pelos pacientes e especialistas e a explicação de cinco itens foi colocada entre parênteses para facilitar a compreensão. Os valores médios para cada um dos componentes do questionário KDQOL-SF para o português se situaram entre 60 e 70, sendo que os componentes "Suporte social" e "Estimulo por parte da equipe de diálise" alcançaram os maiores escores. A confiabilidade foi avaliada pela reprodutibilidade intra e inter-observador foi estatisticamente significante para os 19 componentes do KDQOL-SF (p<0,001), variando de 0,4916 á)0,9363 e de 0,3365 a 0,9940, respectivamente, quando avaliada pelo coeficiente de correlação lntraclasse e pelo coeficiente alpha de Cronbach's que foi superior a 0,80 para a maioria dos componentes. 0 questionário provou ser válido, quando comparado a outros questionários pelo coeficiente de correlação de Pearson; foi estatísticamente significante entre a maioria dos componentes do KDQOL-SF e os componentes do NHP, KPS e KDQ, e entre os próprios componentes do KDQOL-SF. Conclusões: A versão para o português do KDQOL-SF demonstrou ser reprodutível e válida para a avaliação da qualidade de vida de pacientes brasileiros com doença renal
Assunto Qualidade de Vida
Insuficiência Renal Crônica
Tradução
Questionários
Quality of life
Kidney failure, chronic
Translating
Questionnaires
Idioma Português
Data 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 172 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 172 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/20065

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)