Resposta a vacinacao contra o sarampo em criancas infectadas pelo virus da imunodefiCiência humana tipo 1

Resposta a vacinacao contra o sarampo em criancas infectadas pelo virus da imunodefiCiência humana tipo 1

Título alternativo Response to measles primary imunization in human immunodeficiency virus type 1-infected children
Autor Russo, Priscila Celeste Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivos: Avaliar a queda de anticorpos maternos e a resposta a imunizacao primaria contra o sarampo em criancas infectadas pelo HIV em uso de terapia anti-retroviral potente (HAART) precoce. Metodos: Amostras de sangue foram coletados de 36 criancas nascidas de maes soropositivas para o HIV (6 infectadas e 30 soro-revertidas) e de 23 criancas saudaveis nascidas de maes soronegativas para esta infeccao aos 0-2, 6 e 9 meses de idade. Para avaliar a resposta primaria a imunizacao contra o sarampo, amostras de sangue foram coletadas aos 12, 15, 18 e 24 meses de idade de 17 criancas infectadas pelo HIV (HIV), 31 criancas soro-revertidas (SR) e 26 criancas saudaveis (CNT). O grupo HIV foi classificado de acordo com as categorias clinicas (N/A e B/C) e imunologicas (1 e 2/3) dos 12 aos 24 meses de idade. O inicio de HAART ocorreu assim que a infeccao pelo HIV foi confirmada. A imunizacao consistiu numa dose da vacina monovalente aos 9 meses e uma dose de triplice viral ao 15 meses de idade. A avaliacao dos niveis de anticorpos contra o sarampo foi realizada a partir de um ELISA indireto e a avaliacao dos indices de avidez foi realizada atraves de um ELISA indireto modificado. Resultados: As criancas nascidas de maes soronegativas para o HIV apresentaram um padrao de queda de anticorpos maternos diferente das criancas nascidas de maes soropositivas para essa infeccao (ANOVA, p=0,0038). Aos 0-2 meses de idade os niveis medios de anticorpos contra o sarampo foram mais baixos entre as criancas de maes soropositivas para o HIV (1,15 UI/mL) comparados aos de criancas de maes soronegativas (1,71 UI/mL), com maior proporcao de criancas suscetiveis ao sarampo neste grupo (Teste Exato de Fisher, p=0,007). Inesperadamente, aos 6 meses de idade, ambos os grupos apresentaram niveis de anticorpos semelhantes (0,07 e 0,06 UI/mL, respectivamente; p=0,58), com semelhante proporcao de suscetiveis ao sarampo (86 e 87 por cento respectivamente, Teste Exato de Fisher p=0,62); isso se manteve aos 9 meses de idade, com 95 por cento das criancas suscetiveis ao sarampo nessa epoca (Teste Exato de Fisher p=0,99). O grupo SR apresentou um padrao mais elevado de resposta a vacinacao em todos os momentos avaliados quando comparado ao CNT e HIV (ANOVA, p=0,01). Um maior numero de criancas suscetiveis ao sarampo foi observado entre as criancas do grupo HIV aos 12, 15, 18 e 24 meses de idade, sendo estas frequentemente classificadas como B/C e/ou 2/3 (Teste Exato de Fisher, p <0,05). Aos 24 meses de idade os niveis de anticorpos no grupo HIV foram mais baixos apenas quando comparados aos do grupo SR (0,6 e 1,45 UI/mL respectivamente; Tukey, p=0,01). O grupo HIV B/C apresentou niveis de anticorpos mais baixos em relacao aos grupos CNT, SR e HIV N/A (0,23, 0,97, 1,45 e 0,75 UI/mL, respectivamente; Tukey, p=0,01); quando considerada a classificacao imunologica, o grupo HIV 2/3 apresentou niveis inferiores apenas ao grupo SR (0,35 e 1,45 UI/mL respectivamente; Fisher p = 0,01). Ja as criancas classificadas como N/A ou 1 apresentaram niveis de anticorpos semelhantes as criancas CNT e SR. Altos indices de avidez foram observados em todos os grupos, porem o grupo SR apresentou indices ainda mais altos quando comparado com os demais grupos (66 por cento para CNT, 77 por cento para SR e 74 por cento para HIV; Tukey p=0,03 ). Conclusoes: A suscetibilidade precoce ao sarampo pode ser observada entre criancas nascidas de maes soronegativas e soropositivas para o HIV-1. A resposta a imunizacao primaria apresentou-se diminuida entre as criancas infectadas pelo HIV-1, sendo influenciada pelo estado clinico e imunologico desses pacientes. Entretanto, criancas infectadas pelo MV-1 com sistema imune mais preservado apresentam uma resposta semelhante a de criancas saudaveis. Criancas soro-revertidas apresentam um padrao de resposta mais elevado quando comparados com criancas de maes soronegativas para o HIV, incluindo altos indices de avidez aos 24 meses de idade
Palavra-chave HIV
Sarampo
Vacinação
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 141 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 141 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/20063

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta