Correcao optica de erros de refracao entre estudantes da primeira serie do ensino fundamental

Correcao optica de erros de refracao entre estudantes da primeira serie do ensino fundamental

Título alternativo Optical correction of refraction errors among students of the first year of the elementary school: the administrative focus
Autor Silva, Romulo Ferreira da Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivos - Este trabalho tem por objetivos: verificar o poder dioptrico das lentes esfericas prescritas; identificar o tipo e tamanho de armacao de oculos destinada a maioria dos escolares; contribuir para formar um dispensario optico a fim de contribuir para o atendimento racional da demanda; e oferecer estimativa orcamentaria de aquisicao de lentes e de armacoes para a confeccao de oculos destinados a escolares ingressantes no ensino fundamental. Metodos - Realizou-se um estudo transversal descritivo. Desenvolveu-se pesquisa operacional para conhecimento do problema, analise e busca de solucao, considerando-se o enfoque administrativo. A populacao foi formada por 500 escolares da 1 a. Serie do ensino fundamental, matriculados nas escolas publicas (estaduais e municipais) da cidade de Boa Vista (Roraima), que submetidos a triagem visual promovida pela Campanha Olho no Olho -2001 foram encaminhados para exame oftalmico. Constituiram as variaveis do presente estudo: idade (em anos), sexo, erro refrativo, poder dioptrico das lentes esfericas prescritas (positivas e negativas), tipo e tamanho de armacao e formato facial. Resultados - Dos 500 escolares examinados, 244 (48,80 por cento) eram do sexo feminino e 322 (64,4 por cento) tinham idade entre 6 e 7 anos. Considerando o numero de olhos, 552 (55,2 por cento) eram emetropes, 85 (8,5 por cento) miopes, 146 (14,6 por cento) hipermetropes e 271 (21,7 por cento) portadores de astigmatismo simples ou composto. Das 320 lentes prescritas (160 oculos), 47 (14.69 por cento) eram esfericas positivas e 27 (8,44 por cento) esfericas negativas. O formato de rosto mais frequente foi o redondo (41,87 por cento), seguido pelo oval (14,37 por cento). Houve predominancia da armacao unissex tamanho 42 (36,25 por cento), seguida pela armacao feminina tamanho 42 (25,00 por cento) e armacao masculina tamanho 42 (25,00 por cento). A estimativa de gasto para o atendimento de uma amostra de tamanho 500 foi de R$9.900,00 reais. Conclusoes - A montagem de um dispensario optico com os tipos e tamanhos predominantes de armacao (unissex 42 e masculina e feminina 42) pode contribuir para o atendimento racional da demanda. O conhecimento do formato facial predominante (redondo) pode favorecer novos desenhos de armacoes que satisfacam a estetica e contribuam para aumentar a fidelidade ao uso dos oculos. No atendimento destes 500 escolares o governo federal gastou R$ 15,00 reais por exame oftalmico (500 x R$15,00) e R$15,00 reais por oculos (160 x R$ 15,00), perfazendo um total de gastos de R$9.900,00 reais
Palavra-chave Saúde Pública
Erros de Refração
Administração em Saúde Pública
Triagem
Acuidade Visual
Idioma Português
Data de publicação 2004
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2004. 38 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 38 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/20053

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta