Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/20026
Title: Frequência e distribuição corpórea dos nevos melanocíticos adquiridos na população de 2 a 18 anos de idade que frequentam creches ou escolas públicas, residentes em Votuporanga, Estado de São Paulo
Other Titles: Frequency and body-site distribuition of melanocytic nevi acquired in children and teenagers with of the 2 to 18 years old, from public nurseries and school in the city of Votuporanga, State of São Paulo, Brazil
Authors: Almeida, Fernando Augusto de [UNIFESP]
Yarak, Samira [UNIFESP]
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Keywords: Nevo pigmentado
Melanoma
Fenótipo
Nevus, pigmented
Melanoma
Phenotype
Issue Date: 2003
Publisher: Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Citation: YARAK, Samira. Freqüência e distribuição corpórea dos nevos melanocíticos adquiridos na população de 2 a 18 anos de idade que freqüentam creches ou escolas públicas, residentes em Votuporanga, Estado de São Paulo. 2003. 226 f. Dissertação (Mestrado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, 2003.
Abstract: Objetivo: Avaliar, por meio de estudo epidemiologico, a frequencia e a distribuicao corporea dos nevos melanociticos adquiridos (NMA) e observar a influencia das variaveis ambientais e constitucionais nos fenotipos heterogeneos, em uma regiao geografica de intensa exposicao solar. Metodos: Foi realizado estudo transversal das frequencias absoluta e relativa dos NMA de todos os tamanhos, com a inclusao de todas as regioes anatomicas padronizadas pelo protocolo internacional (IARCI OMS, 1990), em 1.279 criancas e adolescentes, com idades de 2 a 18 anos, de creches e escolas publicas na cidade de Votuporanga (20°S), São Paulo, Brasil. Resultados: Setenta e cinco por cento dos individuos apresentaram ate 13 nevos, 50 por cento ate seis nevos e 5 por cento mais de 30 nevos. A contagem de NMA de todos os tamanhos foi mais alta nas regioes toracica e abdominal superior, ombros, face e dorso. Os membros superiores apresentaram mais NMA do que os membros inferiores e houve baixa contagem de NMA nas maos e nos pes. O sexo feminino apresentou quantidade de NMA estatisticamente semelhante ao sexo masculino. As mulheres apresentaram maior contagem de NMA nas faces externas dos membros superiores, face interna do membro superior direito, faces anteriores e posteriores dos membros inferiores, e gluteos. Os homens apresentaram maior contagem de NMA na regiao posterior do pescoco. Observou-se aumento progressivo da contagem de NMA com a idade, com picos aos 13 e aos 16 anos. As regioes de exposicao solar apresentaram maior numero de NMA de maiores diametros (ombros, torax, abdome superior, face e dorso). Os tamanhos dos NMA apresentaram correlacao com a idade, exceto para os gluteos, faces internas dos membros superiores e face posterior da perna direita. Houve forte correlacao entre o numero de NMA e o complexo de pele tipo 3. Exposicao solar, cor dos cabelos e dos olhos, efelides e queimadura solar, tambem apresentaram associacao com alta contagem dos NMA. Conclusoes: Os NMA estao distribuidos por toda a superficie corporal, e em maior numero e tamanho nas regioes de exposicao solar. O aparecimento precoce dos NMA, a distribuicao corporea e a contagem baixa de NMA na populacao heterogenea sustentam a hipotese de que a miscigenacao racial e as regioes anatomicas especificas apresentam diferencas no potencial de proliferacao dos nevos
URI: http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/20026
Appears in Collections:Dissertação de mestrado

Files in This Item:
File SizeFormat 
Tese-8352.pdf5.95 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.