Avaliação do efeito preemptivo da S(+)cetamina venosa em pacientes submetidas a histerectomia

Avaliação do efeito preemptivo da S(+)cetamina venosa em pacientes submetidas a histerectomia

Título alternativo Preemptive analgesia with IV S(+) -ketamine in abdominal hysterectomy
Autor Oliveira, Caio Marcio Barros de Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Sakata, Rioko Kimiko Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Este trabalho visa avaliar se a S(+)cetamina (0,5 mg/Kg) por via venosa possui efeito preemptivo em pacientes submetidas a histerectomia total por via abdominal. Metodo: Foram estudadas 30 pacientes do sexo feminino, com idades entre 18 e 60 anos, ASA I ou li, aleatoriamente divididas em 2 grupos: G1 (n =15): 0,5mg/kg de S(+)cetamina venosa 20 min antes do inicio da incisao cirurgica e solucao salina 0,9 por cento venosa 20 min apos o inicio da incisao e G2 (n=15): solucao salina 0,9 por cento venosa 20 min antes da incisao cirurgica e S(+)cetamina (0,5 mg/kg) venosa 20 min apos o inicio da incisao. Todas as pacientes foram submetidas a anestesia geral com 5mg/kg de tiopental sodico, 5mcg/kg de fentanila e 0,5mg/kg de atracurio, sendo mantida com 0,2mg/kg de atracurio e isoflurano/02. No pos-operatorio, a analgesia foi realizada com administracao em bolus de solucao peridural, que consistiu de bupivacaina 0,125 por cento (4ml) mais fentanila (50mcg), com intervalo minimo de 4 horas. Se necessario, suplementacao analgesica com dipirona venosa foi usado. As pacientes foram comparadas quanto a intensidade da dor atraves de escalas numerica e verbal, ao tempo necessario para solicitar o analgesico pela primeira vez e ao consumo total de analgesicos nos tempos To, T6, T12, Ti8 e T24. Resultados: Houve diferenca estatistica entre os grupos nos valores medios da intensidade da dor no To pela EN (G1= 4,26; G2 = 8,26) e pela escala verbal (G1 < G2). A medida do tempo necessario para requerer a primeira complementacao analgesica foi maior no G1 (45,33min versus 9,66 min; p = 0,04; teste de Mann-Whitney). Houve diferenca estatistica entre os grupos 1 e 2 tanto em relacao a media do numero de doses de solucao analgesica peridural (G1: 2,06; G2: 4,06; p < 0,0001; teste de Mann-Whitney) quanto a media do numero de complementacoes com dipirona (G 1: 1,2; 62:3,13; p < 0,0001; teste de Mann-Whitney). Conclusao: Neste estudo, a S (+) cetamina (0,5 mg/Kg) por via venosa pre-incisional apresentou efeito preemptivo para histerectomia total por via abdominal
Palavra-chave Analgesia
Ketamina
Histerectomia
Período pós-operatório
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 75 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 75 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/20022

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta