Transtorno da compulsao alimentar periodica entre estudantes de nutricao

Transtorno da compulsao alimentar periodica entre estudantes de nutricao

Título alternativo Binge eating disorder among students in dietetics
Autor Goncalves, Raquel Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Comportamentos alimentares desordenados, desorganizados e inadequados fazem parte do quadro dos Transtornos Alimentares (TA), causando aspectos alimentares particulares, dentre os quais a dieta e o peso passam a ter importancia central com caracteristicas anormais de controle. O Transtorno da Compulsao Alimentar Periodica (TCAP) caracteriza-se por episodios recorrentes de compulsao alimentar (binge eating), com ausencia de metodos compensatorios exagerados para o controle do peso corno ocorre na bulimia nervosa. Os transtornos alimentares ainda sao vistos pela sociedade como uma doenca rara, seja pela negligencia de informacao, seja pela pouca procura ao tratamento, seja ainda pela dificuldade de diagnostico. No Brasil, tem sido observado o aumento crescente dos TA nas ultimas decadas. Alem de mulheres, adolescentes e jovens, alguns grupos como modelos, atrizes, bailarinas, atletas e nutricionistas parecem estar particularmente vulneraveis aos Transtornos Alimentares. De acordo com a literatura, os estudantes do curso de graduacao em Nutricao sao considerados grupos vulneraveis ao desenvolvimento de TA e apresentam uma maior prevalencia quando comparados a outros cursos. O objetivo deste estudo e avaliar o comportamento alimentar de estudantes universitarios de um curso de Nutricao de uma universidade privada e identificar a prevalencia de comportamentos que indiquem sintomas para transtornos alimentares. Foram avaliados 228 estudantes universitarios do curso de Nutricao. Os dados foram levantados por meio de um questionario auto-aplicavel (QEWP-R) e medidas antropometricas realizadas no proprio local. Foram identificados 10,6 por cento alunos com sintomas para TCAP ou Bulimia Nervosa. O habito de realizar dieta restritiva foi observado em 22,8 por cento da populacao e o indice de massa corporal (IMC) esteve dentro da normalidade em 72,9 por cento dos estudantes. Comportamentos compensatorios como inducao ao vomito foram observados em 2,1 por cento dos alunos, o uso abusivo de laxantes em 7,2 por cento, o uso de diureticos em 2,3°/a, a pratica de jejum em 15,0 por cento, e a pratica. de atividade fisica em 19,9 por cento. Nao foi encontrada relacao entre o IMC e a presenca de compulsao alimentar, mas observou-se uma relacao positiva entre os sintomas sugestivos de TA e o habito de fazer dieta restritiva. Os resultados sugerem que esta populacao e vulneravel aos TA, sendo necessaria uma atencao especial como medida preventiva do seu desenvolvimento
Palavra-chave Transtornos da Alimentação
ESTUANTES
Nutrição em Saúde Pública
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 111 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 111 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/19977

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta