Inflamacao e carcinogenese de colon em linhagens de camundongos selecionadas geneticamente segundo a reatividade inflamatoria aguda

Inflamacao e carcinogenese de colon em linhagens de camundongos selecionadas geneticamente segundo a reatividade inflamatoria aguda

Título alternativo Inflammation and colon carcinogenesis in mouse line genetically selected according to the acute inflammatory reactivity
Autor Di Pace, Roberto Francisco Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo O desenvolvimento de colite aguda e de cancer colorretal foi estudado em linhagens de camundongos selecionados geneticamente, denominadas AIRmax (boa respondedora) ou AIRmin (ma respondedora), que diferem amplamente na capacidade de produzir reacao inflamatoria aguda local (AIR) a corpo estranho. A inflamacao intestinal (colite aguda) foi induzida por Dextran sulfato de sodio (DSS 40 Kd) 2.5 por cento administrado na agua esteril acidificada ad libitum por 7 dias e durante este periodo foi avaliado o indice de atividade da doenca (IAD), considerando a perda de peso e o aparecimento de sangramento retal e diarreia. Dois dias apos este tratamento os animais foram sacrificados e o colon foi dissecado para analise histopatologica e isolamento do RNA total para analise da expressao dos RNA mensageiros de IL-1, IL-6 e TNF, por RT-PCR. Para os experimentos da inducao de cancer de colon, os camundongos receberam uma dose semanal ip de 1,2 Dimethylhidrazina (DMH) por 2 ou 7 semanas, em um total de 60 ou 185mg/kg de peso corporeo, respectivamente. Nestes animais foi acompanhado o aparecimento de focos de criptas aberrantes e de neoplasias no colon. Os animais AIRmax apresentaram reacao inflamatoria intestinal aguda mais intensa do que os AIRmin, com IAD significantemente mais alto, apresentando um importante infiltrado inflamatorio na base das criptas. A expressao do RNAm de IL-1, IL-6 e TNF, que foi semi-quantificada em relacao a expressao de -actina, foi maior nos animais AIRmax tratados, comparada tanto com os camundongos AIRmax controle como com os AIRmin tratados e controle. Os animais AIRmax mostraram-se tambem mais susceptiveis a inducao de cancer de colon, produzindo um numero 3 vezes maior de focos de criptas aberrantes no colon (FCA) nos grupos de animais sacrificados aos 60 e 150 dias apos a ultima dose do DMH (p=0.01). Aos 300 e 475 dias, a analise histopatologica demonstrou a transformacao neoplasica das lesoes em adenocarcinomas, os quais foram encontrados em maior numero e ,comprometendo maior area total do colon nosa(au)
Palavra-chave Inflamação
Carcinógenos/química
Colo
Colite
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 66 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 66 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/19974

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta