Os efeitos do treinamento fisico e da dieta no peso corporal, consumo maximo de oxigenio e forma maxima em individuos com sobrepeso e obesos

Os efeitos do treinamento fisico e da dieta no peso corporal, consumo maximo de oxigenio e forma maxima em individuos com sobrepeso e obesos

Título alternativo Effect of exercice-training and caloric restriction on body weight, maximal oxygen uptake(VO2max) and one-repetition maximum test (1RM) in overweight and obese individuals
Autor Vasquinho, Luis Henrique Martins Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: A obesidade e considerada um importante problema de Saúde publica que atinge diversos paises independente do seu estado de desenvolvimento. O sedentarismo e os maus habitos alimentares sao fatores primarios para o desenvolvimento da obesidade, e tem sido associados a aumentos nas taxas de mortalidade e maior incidencia de doencas cronico-degenerativas. Alterando Objetivo: Avaliar os efeitos de um programa de exercicios aerobios e de forca periodizados associado a restricao calorica nas variaveis de peso corporal, consumo maximo de oxigenio (V02max) e forca maxima (1 RM), em individuos com sobrepeso e obesos. Metodos: A amostra foi composta por 110 individuos sedentarios (55 do sexo masculino e 55 do sexo feminino), com IMC acima de 25 kg /m2. Apos a realizacao de testes de consumo maximo de oxigenio (V02max), e testes de forca maxima (1 RM), os individuos foram divididos em 4 grupos: grupo dieta (D), composta de 1200kcal para o sexo feminino e 1500kcal para o sexo masculino; grupo exercicio (E), submetido a treinamento 6 vezes por semana, divididos em 3 vezes por semana de exercicios aerobios e 3 vezes por semana de exercicios com peso periodizados; grupo dieta e exercicio (DE), uma combinacao de ambos; e grupo controle (C). Resultados: Para o genero feminino, todas as intervencoes apresentaram reducao significativa no peso corporal em relacao a C, sendo esse efeito mais expressivo em D. Em relacao aos testes de 1 RM, apenas os grupos E e DE apresentaram reducao quando comparados a C. Para a variavel de V02max, todos os grupos apresentaram aumentos em relacao a C, sendo mais pronunciado em E e DE. Para o genero masculino, observou-se que todas as intervencoes foram eficientes na reducao de peso corporal quando comparados a C, sendo que em D esses efeitos foram mais expressivos. Nos parametros de forca, todos os grupos apresentaram alteracoes em relacao a C, com efeito mais pronunciado nos grupos submetidos ao exercicio. Para a variavel de V02max, a intervencao de DE promoveu aumento mais expressivo em relacao E e D. Conclusoes: A dieta parece possuir efeitos superiores ao exercicio na reducao do peso corporal, e a associacao com o exercicio pode contribuir para potencializar esses efeitos, especialmente para o genero masculino. O exercicio foi o principal responsavel pelos aumentos na forca maxima (1 RM), quando utilizado como forma de tratamento isolada ou em combinacao com a dieta. 0 exercicio tambem foi responsavel pelos aumentos no VO2max, e a interacao com a dieta potencializou esses efeitos, especialmente para o genero masculino
Palavra-chave Obesidade
Exercício
Dieta
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 78 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 78 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/19968

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta