Avaliação da deglutição e da qualidade de vida em pacientes submetidos à laringectomia parcial supracricoidea

Avaliação da deglutição e da qualidade de vida em pacientes submetidos à laringectomia parcial supracricoidea

Título alternativo Swallowing and quality of life analysis after supracricoid partial laryngectomy
Autor Nascimento, Luiz Augusto Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Abrahão, Márcio Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Identificar as alteracoes no mecanismo da degluticao em sua fase faringea e avaliar a qualidade de vida no pos-operatorio tardio de pacientes submetidos a laringectomia parcial supracricoidea (LPSC). Metodo: Estudo prospectivo, nao randomizado, de 20 pacientes submetidos a LPSC com reconstrucao por cricohioidoepiglotopexia (CHEP) .Dezessete doentes eram do genero masculino e tres do feminino, com idade variando entre 43 e 79 anos (media de 60,4 anos) que foram submetidos a LPSC com CHEP no periodo de marco de 1997 a setembro de 2002 e, considerados assintomaticos, do ponto de vista de aspiracao. Os tumores foram estadiados desde T1 b ate T3, de acordo com os criterios estabelecidos pelo American Joint Committee on Cancer de 1997 e re-estadiados segundo classificacao TNM revisada pela UICC em 2002. Nenhum paciente foi submetido a terapia pos-operatoria para a degluticao com especialista na area, assim como em nenhum foi referida a seccao do musculo cricofaringeo, na descricao da tecnica operatoria utilizada. 0 exame da degluticao foi realizado por meio de videodeglutoesofagograma e gravado em fita de video. As medidas computadorizadas de distancia e deslocamento entre as estruturas anatomicas da faringe e neolaringe foram realizadas no programa de software Image. A qualidade de vida foi analisada por meio de dois questionarios autoaplicaveis da European Organizafion for Research and Therapy of Cancer (EORTC, 1996). No Metodo Estatistico foram utilizados o teste de ANOVA, o coeficiente de correlacao de Pearson (c) e o teste t-independente. Resultados: Os valores pareados entre presenca de penetracao e ou aspiracao com a presenca de uma ou duas aritenoides apresentaram significancia (p=0,008). Tambem foram significantes os valores medios de deslocamento do hioide quando comparados as diferentes consistencias de alimentos e volumes (F=0,0019). 0 grupo de estudo nao mostrou alteracao significante quando foram comparados seus valores medios de deslocamento do hioide ao volume de um mililitro com os do grupo controle. Os valores medios do estado de Saúde global e das escalas de funcao foram altos, enquanto os valores medios das escalas de sintomas apresentaram-se baixos (EORTC QLQ-C 30). Em geral, os problemas com sintomas especificos tambem apresentaram valores medio baixos (EORTC QLQH&N35). Conclusoes: Na avaliacao da degluticao, foi observado que a reconstrucao da LPSC com CHEP tipo 1 mostrou maior incidencia de penetracao e ou aspiracao. Houve diferenca entre os tipos de alimentos e volumes quanto ao deslocamento do osso hioide e os doentes apresentaram deslocamento do hioide semelhante a populacao normal (grupo controle). 0 grupo de estudo apresentou bom nivel de estado de Saúde global (QL2) e poucos sintomas especificos
Palavra-chave Deglutição
Laringectomia
Qualidade de vida
Cirurgia vídeoassistida/métodos
Fluoroscopia/métodos
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 92 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 92 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/19949

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta