Prevalencia de anticorpos contra o virus da febre amarela em puerperas e rec.em-nascidos na cidade de Belem-Para

Prevalencia de anticorpos contra o virus da febre amarela em puerperas e rec.em-nascidos na cidade de Belem-Para

Título alternativo Maternal and newborn yellow fever antibodies prevalence in a population from Belem-Para
Autor Miranda, Marisa Eiro Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Poucos estudos sao encontrados na literatura a respeito da passagem transplacentaria de anticorpos contra febre amarela da mae para seu concepto. 0 objetivo deste trabalho foi avaliar prevalencia de anticorpos contra o virus da febre amarela em mulheres puerperas e seus respectivos recem-nascidos, na cidade de Belem - Para, regiao endemica de febre amarela com alta cobertura vacinal. Foram colhidas amostras de sangue de 101 maes atraves de veia periferica e do sangue do cordao umbilical de seus respectivos recem-nascidos, por ocasiao do parto. A pesquisa de anticorpos contra o virus da Febre amarela foi realizada por meio do microteste de Inibicao da Hemaglutinacao (IH), ELISA IgG e Mac ELISA no laboratorio de Arboviroses do Instituto Evandro Chagas em Belem. 0 numero de maes que referiu ter recebido a vacina contra Febre amarela foi de 62 maes (61,4 por cento) e que nao tomaram a vacina 39 maes (38,6 por cento). Os resultados obtidos mostraram que a prevalencia de anticorpos contra febre amarela detectada por IH foi de 42,6 por cento na populacao materna e de 37,6 por cento na populacao de recem-nascidos. No entanto, pelo teste de ELISA IgG, a positividade foi de 98 por cento nas maes e de 97 por cento em seus respectivos recem-nascidos, demostrando passagem transplacentaria de anticorpos contra a febre amarela. 0 teste de IH demonstrou ser de baixa sensibilidade para deteccao de anticorpos contra febre amarela, nao sendo adequada sua utilizacao como padrao de triagem epidemiologica
Palavra-chave Febre Amarela
Recém-Nascido
Anticorpos Antivirais
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 65 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 65 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/19944

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta