As representações maternas acerca do bebê que nasce com doenças orgânicas graves

As representações maternas acerca do bebê que nasce com doenças orgânicas graves

Título alternativo The maternal representations regarding a baby who is born with serious organic disease
Autor Battikha, Ethel Cukierkorn Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Kopelman, Benjamin Israel Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo O objetivo deste trabalho de pesquisa e a circunscricao e analise das representacoes psiquicas maternas acerca do nascimento de bebes com doencas organicas graves. Pesquisa qualitativa, fundamentada no campo teorico-psicanalitico, baseada no material coletado em 11 entrevistas semi-estruturadas com maes de bebes, no periodo de sua internacao na unidade de terapia intensiva neonatal. Refere que o anuncio da doenca provoca nas maes questoes fundamentais que, ressalvadas as singularidades pessoais, sao comuns a todas. Analisa as implicacoes de um nascimento marcado pelo luto do filho imaginado e pela emergencia na mae de uma profunda ferida narcisica, e problematiza as marcas fundantes da subjetividade desse bebe, sustentadas nesse vinculo inicial mae-bebe. Constata que as entrevistas realizadas a proposito da pesquisa tiveram um efeito terapeutico, e enfatiza a necessidade de um espaco constituido de escuta analitica dessa mae, enquanto permanecer o bebe na instituicao hospitalar. Conclui tambem que a humanizacao da UTIN perpassa trabalhos interdisciplinares que possam contemplar questoes como a comunicacao do diagnostico do bebe aos pais, bem como a necessidade de um espaco de interlocucao para os profissionais, onde suas proprias questoes e angustias, mobilizadas nesse atendimento, possam ser trabalhadas. Considera que a historia dessa crianca esta se constituindo, e que muitos podem ser os seus desdobramentos a partir do reposicionamento subjetivo dos pais, alem do posicionamento dos profissionais envolvidos no seu atendimento durante o tempo em que estiverem sob os seus cuidados
Palavra-chave Psicanálise
Terapia intensiva neonatal
Relações mãe-filho
Efeitos psicossociais da doença
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 101 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 101 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/19925

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta