Avaliacao de parametros clinico-patologicos, da angiogenese e da presenca de metilacao na regiao promotora do gene p16INK4A em mieloma multiplo

Avaliacao de parametros clinico-patologicos, da angiogenese e da presenca de metilacao na regiao promotora do gene p16INK4A em mieloma multiplo

Título alternativo Evaluation of clinical-pathological parameters, angiogenesis and methylation status of the p16 gene promoter region in multiple myeloma
Autor Ribas, Christian Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivos: O presente estudo foi realizado no intuito de avaliar as correlacoes e o significado prognostico dos aspectos clinico-patologicos, da angiogenese e da metilacao na regiao promotora do gene p16 em pacientes com MM. Metodos: Entre maio de 2000 e dezembro de 2002, foram recrutados cinquenta pacientes com diagnostico recente de MM e sem tratamento previo. Eles foram tratados com quimioterapia convencional e sete pacientes foram tambem submetidos a transplante de celulas-tronco hematopoeticas. Biopsias de medula ossea foram submetidas a avaliacao morfologica e imuno-histoquimica com anticorpos contra CD34, VEGF, P16 e cadeias leves kappa e lamba. A angiogenese foi avaliada pela densidade microvascular (MVD) e pela graduacao simples dos microvasos marcados com anticorpo anti-CD34. Os pacientes foram tambem categorizados como alta angiogenese (MVD >=20) ou baixa angiogenese (MVD < 20). A imunoreatividade do VEGF foi avaliada pela intensidade e pela percentagem de plasmocitos positivos. DNA genomico foi obtido de medula ossea fresca congelada ou de esfregacos de medula ossea utilizados no diagnostico. O estado de metilacao da regiao promotora do gene p16 foi estudado com PCR especifica para metilacao. Resultados: A mediana de idade foi de 57 anos e 94 por cento dos pacientes apresentavam-se com estadio avancado ao diagnostico. A mediana de infiltracao plasmocitaria foi de 80 por cento (20 por cento a 100 por cento). Doze porcento dos pacientes apresentaram MM com morfologia plasmablastica e esta mostrou associacao significativa com o padrao compacto de proliferacao (p=0,019). Proliferacao compacta associou-se significativamente com carga tumoral superior a 80 por cento (p<0,001) e com fibrose grosseira (p=0,042). Baixa angiogenese esteve presente em 27°/o dos pacientes e alta angiogenese, em 73 por cento deles. MVD correlacionou-se com graduacao simples (p<0,001) e a graduacao simples mostrou significativa associacao com o estado de angiogenese (p<0,001). Vinte e nove porcento dos pacientes apresentaram VEGF < 10 por cento (ausencia de expressao) e 71 por cento dos pacientes mostraram positividade em >= 10 por cento dos plasmocitos. VEGF de fraca intensidade foi observado em 34 por cento dos casos e VEGF moderadolforte, em 37 por cento dos pacientes. Expressao de VEGF > 50 por cento associou-se com o estado de alta angiogenese (p=0,048). Morfologia plasmablastica e proliferacao compacta a(au)
Palavra-chave Mieloma Múltiplo
Neovascularização Patológica
Inibidor p16 de Quinase Ciclina-Dependente
Prognóstico
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 127 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 127 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/19901

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta