Diagnostico citologico das estenoses biliares atraves de escovado endoscopico realizado antes e depois da dilatacao

Diagnostico citologico das estenoses biliares atraves de escovado endoscopico realizado antes e depois da dilatacao

Título alternativo Endoscopic brush cytology for the diagnosis of billiary structure oerformed before and after dilation
Autor Ornellas, Laura Cotta Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A citologia por escovado e a tecnica mais usada para diagnostico tecidual em estenoses biliares, mas apresenta baixa sensibilidade na deteccao de cancer. A manipulacao endoscopica previa da estenose poderia aumentar a esfoliacao de celulas tumorais. Objetivos: Comparar os resultados dos escovados obtidos antes e depois da dilatacao de estenoses biliares e analisar a importancia do quadro clinico, testes bioquimicos, aspecto da estenose durante a pancreatocolangiografia endoscopica retrograda e outros exames de imagem para o diagnostico de malignidade. Metodos: Em pacientes com estenose biliar diagnosticada durante pancreatocolangiografia endoscopica retrograda, foi obtido escovado da lesao com escova de Geenen®. Em seguida, a estenose foi dilatada com cateter de 10 French e o escovado foi repetido. A citologia foi classificada como benigna, atipica, material insuficiente, suspeita para malignidade ou maligna. Dados do quadro clinico, testes bioquimicos e exames de imagem foram avaliados. Os pacientes foram acompanhados para determinacao do diagnostico final. Resultados: Os pacientes com doenca maligna eram mais velhos, apresentavam ictericia com maior frequencia e tinham os testes bioquimicos relacionados a colestase significativamente mais elevados. A acuracia da pancreatocolangiografia endoscopica retrograda e outros exames de imagem no diagnostico de malignidade foi de 92 por cento e 89,8 por cento, respectivamente. O escovado biliar foi obtido em 50 pacientes, com sensibilidade de 52,5 por cento e 40 por cento, respectivamente, antes e depois da dilatacao. A combinacao dos resultados aumentou a positividade para 62,5 por cento. Conclusoes: Os pacientes com doenca maligna apresentam colestase mais intensa que os portadores de doenca benigna. A pancreatocolangiografia endoscopica retrograda e outros exames de imagem tem boa acuracia na deteccao de malignidade. A positividade do escovado biliar realizado depois da dilatacao da estenose na deteccao de doenca maligna e semelhante a do escovado obtido antes da mesma, embora a combinacao dos resultados aumente a sensibilidade
Palavra-chave Colestase Extra-Hepática
Técnicas Citológicas
Colangiografia
Endoscopia
Dilatação
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 125 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 125 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/19894

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta