Microbiota bacteriana aerobia, fungica e particulas nao-infectantes presentes no ar de ambientes cirurgicos oftalmologicos na cidade de São Paulo

Microbiota bacteriana aerobia, fungica e particulas nao-infectantes presentes no ar de ambientes cirurgicos oftalmologicos na cidade de São Paulo

Título alternativo Aerobic bacterias, fungos and not infecting particles present in environment air in eye surgical centers, in the city of São Paulo
Autor Lima Filho, Acacio Alves de Souza Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: O objetivo deste estudo e avaliar a interferencia do numero de pessoas presentes na sala cirurgica oftalmologica no numero de unidades formadoras de colonias por metro cubico de bacterias, fungos e particulas aerotransportadas naoinfectantes. A microbiota bacteriana e fungica, quantificada e qualificada, sera utilizada para avaliar as salas cirurgicas de acordo com as recomendacoes da Organizacao Mundial de Saúde. As particulas encontradas serao documentadas e os resultados utilizados para a classificacao as salas cirurgicas de acordo com a normatizacao ISO 14644-1. Material e metodos: Realizou-se contagem e identificacao da microbiota bacteriana e fungica presente no ar de 107 amostras originarias de 57 centros cirurgicos oftalmologicos localizados na cidade de São Paulo. As particulas naoinfectantes de 0,5p e 5p foram quantificadas atraves de equipamento eletronico contador de particulas APC Plus®. As particulas de 5g foram coletadas por um equipamento desenvolvido pelo autor e comparadas ao microscopio com diversos padroes tambem desenvolvidos para este trabalho. Dos 57 centros cirurgicos estudados, 22 manifestaram consentimento para coleta de particulas. O numero de pessoas presentes no momento da coleta variou de uma a 15, sendo que nos grupos acima de 3 pessoas as amostras correspondem a coleta de material durante a execucao de ato cirurgico. Resultados: Com relacao a contaminacao bacteriana, existiu um predominio absoluto de cocos Gram-positivos estatisticamente relacionado ao numero de pessoas presentes na sala cirurgica em todos os grupos estudados. Os fungos isolados foram de diversas especies e as contagens apresentaram significancia estatistica entre os grupos de ate 10 pessoas. Nao houve significancia estatistica na comparacao com o grupo de 11 ou mais pessoas. Para as analises de contagem de particulas observou-se tambem uma relacao entre a quantidade de pessoas existentes na sala cirurgica e os niveis de contaminacao por particulas em suspensao. Conclusoes: Este estudo permite concluir que: Os cocos Gram-positivos foram as bacterias mais frequentes no ar dos ambientes cirurgicos estudados, independentemente do numero de pessoas presentes nas salas. Observou-se ainda que o numero de unidades formadoras de colonias por metro cubico de ar para bacterias aumenta significativamente conforme o numero de pessoas presentes nos ambientes. Os fungos filamentosos foram os mais frequentemente isolados em todos os grupos estudados (Cladosporium sp, Penicillium sp e Aspergillus sp). A relacao do numero de unidades formadoras de colonias por metro cubico de fungos foi significativamente maior nos grupos de ate 10 pessoas presentes na sala cirurgica. Observou-se que aumento do numero de pessoas nas salas cirurgicas aumenta significativamente o numero de particulas aerotransportadas nao-infectantes de 0,5p. As particulas maiores que 5p encontradas foram de diversas origens: fragmentos de pelo, pele, poeira, tecido, animais e vegetais. Considerando-se os parametros normativos da Organizacao Mundial de Saúde, observou-se que 41,12 por cento das amostras estudadas estariam em situacao de nao conformidade para bacterias e 52,33 por cento para fungos. Quanto ao numero de particulas de 0,5p encontradas, 9 das 22 (40,91 por cento) amostras estariam em conformidade com a resolucao ISO 14644-1, classe 8
Palavra-chave Endoftalmite
Oftalmologia
Microbiologia Ambiental
Centro Cirúrgico Hospitalar
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 122 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 122 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/19874

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta